-- ------ Juventus e Leicester seguem em frente na Liga dos Campeões - Bom Futebol
Bom Futebol

Juventus e Leicester seguem em frente na Liga dos Campeões

Em Turim a Juventus bateu o F.C. Porto, que voltou a ficar reduzido a 10. Em Inglaterra o Leicester fez história e eliminou o Sevilha de Sampaoli.

F.C. Porto batido em Turim

Onzes Iniciais:

Juventus:Buffon, Dani Alves, Benatia, Bonucci e Alex Sandro; Khedira e Marchisio; Cuadrado, Dybala e Mandzukic; Higuain

F.C. Porto: Casillas; Maxi Pereira, Felipe, Marcano e Layún; Danilo e Óliver; André Silva, André André e Brahimi; Tiquinho Soares

Golos: P. Dybala (p) – 42′

Terminou a aventura europeia do F.C. Porto, depois da derrota no Dragão (0-2), numa partida em que o lateral Alex Telles foi  expulso ainda nos primeiros quarenta e cinco minutos. O jogo desta noite em Turim ficou também marcado por um lance perto do intervalo, Maxi Pereira travou um remate de Higuain com o braço. O arbitro da partida expulsou o uruguaio, e na conversão do castigo máximo Dybala não perdoou. A missão portista ficou ainda mais complicada para seguir em frente na prova. Nuno deixou André Silva no balneários e lançou o defesa Boly. No reatamento Soares teve uma soberana oportunidade para empatar, mas isolado perante Buffon o brasileiro não marcou. A equipa italiana controlou as operações e a vantagem numérica e na eliminatória. Os portistas lutaram bastante mas não conseguiram contrariar o poderio do adversário.

Destaque para o guarda-redes do F.C. Porto, Casillas que ao entrar hoje em campo tornou-se o jogador com mais jogos em competições europeias de clubes. 175 jogos nas provas da UEFA, superou o italiano Paolo Maldini com 174.

King Power assiste a nova proeza do Leicester

Onzes Inicias:

Leicester: Schmeichel; Danny Simpson, Wes Morgan, Robert Huth e Christian Fuchs; Mahrez, Drinkwater, Wilfred Ndidi e Albrighton; Okazaki e Jamie Vardy

Sevilha: Sergio Rico; Mercado, Pareja e Rami; Sarabia, Iborra, N’Zonzi e Escudero; Vitolo, Ben Yedder e Nasri

Golos: W. Morgan  – 27′; M. Albrighton  – 54′

Noite de gala no King Power Stadium, o campeão inglês tentava seguir em frente na prova depois da derrota pela margem mínima em Espanha. A equipa inglesa tinha vencido todos os jogos na condição de visitado e tinha pela frente um Sevilha apostado em fazer valer a sua maior experiência europeia em jogos a eliminar. O desacerto na hora de finalizar por parte dos espanhóis, e o golo de Vardy deixaram o Leicester a apenas um golo de seguir em frente, e esse golo chegou ainda na primeira parte. Livre de Mahrez e o central Morgan a finalizar na área do Sevilha. Ao intervalo o Sevilha estava fora da prova e era necessário encontrar o caminho do golo. Mas quem acabou por marcar novamente foi o Leicester, Albrighton aproveitou uma bola perdida na entrada da área para aumentar a vantagem e deixar em delirio o King Power. O Sevilha estava em maus lençóis, e pior ficou quando aos 74 minutos Nasri encostou a cabeça em Vardy, cartão vermelho e vida muito dificil para o Sevilha. A dez minutos do final Vitolo foi derrubado na área contrária, grande penalidade, e oportunidade soberana para o Sevilha levar o jogo para prolongamento. Mas tal como na primeira mão, o Sevilha desperdiçou o penalti, N’Zonzi permitiu a defesa de Schmeichel e deitou por terra a esperança dos andaluzes.

A lenda continua no King Power Stadium, com as raposas a seguirem para os quartos de final, numa eliminatória em que o Sevilha de Sampaoli apenas se pode queixar de si próprio.

 

 

Deixe o seu comentário

bomfutebol