-- ------ A Branquinha - Adepto Vitória Sport Clube - Bom Futebol
Bom Futebol

A Branquinha – Adepto Vitória Sport Clube

Vitória Sport Clube

A Branquinha – Adepto Vitória Sport Clube

Jogar no Vitória e carregar o seu símbolo não está ao alcance de qualquer um. Não que o Vitória tenha mais ou menos responsabilidades, não podemos sequer equiparar o amor entre os vários emblemas e os seus adeptos, mas podemos deixar alguns argumentos adjacentes a acontecimentos e aí, jogar no Vitória torna-se um desafio aliciante e diferente em Portugal.

Para além da exigência que existe os adeptos Vitorianos, estes já passaram por muito e não gostam que lhes passem a mão na cabeça e lhes digam que está tudo bem, ou que lhes tentem tapar os olhos.

Quem entra neste Clube tem que entender que desde nascença, existe um bairrismo puro no coração da cidade onde tudo nasceu, onde Portugal cresceu e é o que é hoje. Defender o Vitória e honrar aquele Clube é desafiar o medo e ter a coragem suficiente para saber que vai pertencer a um projeto em que existe uma cidade que só quer ser feliz na terra onde nasceu e que está em peso para defender o seu território, a sua cidade e o seu puro bairrismo.

“Daríamos tudo em campo pela camisola, deem apenas o vosso esforço”

Existe uma frase marcante dentro do seio Vitoriano que se encontra numa faixa no estádio, onde os adeptos do Vitória referem “Daríamos tudo em campo pela camisola, deem apenas o vosso esforço” e para os jogadores essa tem que ser a mensagem principal, porque se derem o seu esforço e honrarem a camisola de Dom Afonso Henriques, terão na bancada a resposta à sua altura.

As palavras de Hurtado, referindo que a seleção era mais importante que o Clube, caíram mal entre o núcleo de adeptos vitorianos, e nem os golos, as assistências ou as suas enormes exibições do ano transato, o safaram a um “raspanete” na entrada, este fim de semana, na Taça de Portugal.

Os adeptos do Vitória são exigentes

Os adeptos do Vitória são exigentes, mas mais que isso, lutam pela sua crença e pela sua fé, pelo seu Vitória, sendo importante frisar que não são adeptos de resultados, mas sim adeptos de Bom Futebol, dos jogadores que dão tudo pela camisola e que talvez por isso, muitos dos jogadores que passam no Vitória, passam mais tarde, nem que seja para assistir às partidas na bancada, partilhando o amor ao Clube.

Tal como dizia Carlos Daniel, comentador da RTP1, uma hora antes dos jogos, os adeptos do Vitória já estão na bancada, a cantar e a apoiar, ansiosos para que a equipa dê nos 90 minutos, aquilo que nós damos, todos os dias, a toda a hora, pensando e falando sobre o Vitória.

É este sentimento que a Branquinha como lhe chamamos com carinho tem para nós, um sentimento de força e de querer de um povo, de uma cidade e com apenas um pensamento. Jogar no Vitória e carregar o seu símbolo não está ao alcance de qualquer um, mas quem consegue chegar a esse patamar, será recordado e lembrado pelos adeptos Vitorianos com carinho, com atitude e mais importante que isso, terá marcado para sempre um lugar na cadeira do nosso Estádio.

Vem daí um jogo importante para as aspirações nas competições europeias e acredito que mais uma vez, os Vitorianos vão mostrar a sua força na bancada esta Quinta Feira, na Áustria.

Deixe o seu comentário

bomfutebol