-- ------ A dupla de ouro do Bayer Leverkusen que empolga o futebol alemão
Bom Futebol

A dupla de ouro do Bayer Leverkusen que empolga o futebol alemão – Alambrado

A dupla de ouro do Bayer Leverkusen que empolga o futebol alemão – Alambrado

Já é praticamente questão definida que o meio-campo é o coração de qualquer equipe de futebol. A Alemanha, pródiga na posição, é exemplo de como explorar o setor e obter sucesso. Seja no profissional ou na base. O Bayer Leverkusen está seguindo ao pé da risca o conceito. Uma dupla de meio-campistas com muito potencial foi destaque na base e já vai se colocando como opção entre os profissionais: Kai Havertz e Atakan Akkaynak.

Membros da geração /99 da Alemanha, semifinalista do Europeu Sub-17, os dois foram peça-chave na conquista do Campeonato Alemão Sub-17 de 2015/16. Ambos podem atuar como volantes ou mais adiantados. Juntos, completam-se de todas as formas.Em 16 jogos, apenas uma derrota na campanha do título. O revés fez com que a equipe terminasse a primeira fase, a da região oeste, como terceira colocada. O Borussia Dortmund, potência da categoria, ficou à frente e também avançou para a disputa do título.

Na fase final, vitória e empate nas semifinais contra o Wolfsburg e vaga para a decisão. O rival seria novamente o Dortmund, que havia ganhado as duas partidas do Leverkusen. Outro ingrediente que apimentou o confronto foi o fato de o Bayer ter perdido a final da mesma competição para o Dortmund na temporada anterior.

Na final, a dupla do meio-campo, aliada aos poloneses Riccardo Grym e Jakub Jacek Bednarczyk, acabou com o favoritismo dos donos da casa. Atakan Akkaynak foi o capitão. Já Havertz, mais adiantado, marcou um dos gols do triunfo por 2 a 0. O tento foi o seu 18º no certame. A finalização certeira de perna esquerda é apenas uma de suas qualidades.

Versatilidade

Durante a campanha, o técnico Markus Anfang utilizou os dois de diversas maneiras. Variando esquemas táticos, chegaram atuar até como alas – apesar da velocidade não ser a força de Havertz.

Porém, como meio-campistas, a criação de jogadas e a qualidade de passa ganham dois artistas. A aproximação deles gera construção de jogadas e domínio da posse de bola. Dentro de um clube que utiliza as categorias de base, Atakan Akkaynak e Kai Havertz buscam seguir os passos de Benjamin Henrichs – titular absoluto do time principal do Leverkusen, com apenas 19 anos.

Havertz já estreou como profissional, tornando-se com isso o mais jovem da história do clube no Campeonato Alemão. Na Bundesliga desta temporada, fez 12 jogos. Inclusive, cinco como titular. Contra o Bayern de Munique, mostrou todo o potencial esperado. E empolgou a torcida.

Autoria: Alambrado

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Cópia não permitida! Conteúdo protegido por direitos de autor.