-- ------ A quebra de tabu do Everton na FA Cup: Beatles, invasão de campo e título conquistado - Alambrado
Bom Futebol

A quebra de tabu do Everton na FA Cup: Beatles, invasão de campo e título conquistado – Alambrado

A quebra de tabu do Everton na FA Cup: Beatles, invasão de campo e título conquistado – Alambrado

1966. Para o futebol inglês, sem dúvidas o grande ano. Os inventores do futebol levaram a única Copa do Mundo de sua história. De quebra, em casa. Porém, o ano do futebol local não se resumiu ao grandioso fato.

 

1. Everton x Sheffield Wednesday no mítico Wembley…

A final da FA Cup da temporada 1965-66 reservou aos fãs do esporte um jogo memorável. E por que não? Uma partida com cenas lamentáveis. A decisão do torneio colocou frente a frente Everton e Sheffield Wednesday – à época ainda forte. O palco, como tradição, o estádio Wembley.

Naquele 14 de maio, dois meses antes da final da Copa do Mundo, mais de cem mil pessoas se apertavam para acompanhar a partida. A torcida maluca – e grandiosa – do Everton se mostrava ansiosa para voltar a conquistar a competição depois de 33 anos.

A pressão aumentou com a bola rolando. Logo aos quatro minutos McCalliog abriu o placar para o Wednesday. A apreensão tomou conta dos azuis de Liverpool. O nervosismo dos torcedores foi difundido para os jogadores. A bola queimava no pé dos atletas.

Para piorar, Ford, aos 12 minutos da segunda etapa, colocava o Sheffield com dois de vantagem no placar. A desconfiança pelo título aumentava pelo lado do Everton. Porém, menos de três minutos depois, Mike Trebilcock diminuiu e enchia de esperanças a massa.

E foi o próprio ponta-direita que empatou a partida, aos 19 minutos do segundo tempo. Dois gols de perna direita após rebote. Na base do abafa. O curioso é que esses dois gols foram de suma importância na história do Everton e colocaram o jogador com herói da equipe, mesmo que Trebilcock tenha feito apenas três gols em sua passagem de quatro anos no Everton.

As arquibancadas pulsavam à maneira dos estádios antigos. Lotados. Abarrotados. E lá estavam John Lennon e Paul McCartney, em meio ao auge dos Beatles, torcendo para o Everton.

Everton, senhor de Inglaterra nessa temporada 1965/66

Imagem 1- Equipe levanta o título da FA CUP (Foto: Reprodução/mustav.co.uk)

 

2. E aconteceu o… impensável

Também das arquibancadas, surgia Eddie Kavanagh, fanático torcedor do Everton. Alucinado pelo empate, protagonizou uma das cenas mais curiosas do futebol inglês – a primeira pessoa a invadir o campo e virar “celebridade”. De terno, Kavanagh atravessou o campo em êxtase, até ser contido pelos policiais.

Uma cena que marcou a final. Talvez não mais que o gol da virada. Do título. Em um contra-ataque, Derek Temple, aos 29 minutos, marcou o gol do título. Depois do tento, foi só esperar o apito final.

Após 33 anos de espera, o Everton conquistava novamente a FA Cup. Após o grande artilheiro Dixie Dean, Harry Caterick treinava a equipe para a glória. Equipe lendária que conquistou um título a sua altura. Dia de invasão, Beatles e muita emoção.

Na volta para Liverpool, cidade em festa. Um dos maiores retornos de uma equipe campeã na história do futebol inglês. Certeza de um dos maiores títulos do Everton em sua rica galeria.

 

Autoria: Alambrado

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Cópia não permitida! Conteúdo protegido por direitos de autor.