-- ------ Bom Futebol Feminino. Bronze português para a história? - Bom Futebol
Bom Futebol

Bom Futebol Feminino. Bronze português para a história?

Bom Futebol Feminino. Bronze português para a história?

Bom Futebol Feminino. Bronze português para a história?

Lúcia ‘Lucy’ Bronze tem pai luso e ajudou o Manchester City a atingir as meias-finais da Liga dos Campeões Feminino pela primeira vez na sua história. Olympique Lyon, Paris-SG e Barcelona completam o quarteto que jogará pelo troféu 16/17, naquela que é apenas a segunda ocasião desde a criação da prova em que a Alemanha não tem qualquer equipa nesta fase

O infortúnio impediu a jovem adolescente ‘vareira’ Andreia Norton de confirmar as razões da sua contratação por parte do Barcelona na temporada passada. Uma grave lesão nos ligamentos afastou a heroína portuguesa dos relvados praticamente toda a temporada transacta, regressando a Portugal para reforçar o Sporting Braga, na estreia deste na liga feminina portuguesa, ficando para sempre ligada, pelo golo, ao primeiro apuramento de sempre de Portugal para um Europeu sénior feminino.

Se Norton não teve oportunidade de afirmação, o Barcelona não pára de crescer e o objectivo das catalãs passa por serem a primeira formação ibérica a chegar à final e vencer. Diante do teoricamente favorito Rosengard, as ‘culés’ não vacilaram, aproveitando naturalmente o facto de as suecas ainda estarem em pré-temporada, triunfo sólido na Suécia por 0-1, dando vantagem e conforto para o Mini Estadi, onde as jovens ‘blaugranas’ voltaram a ganhar, desta feita por 2-0, apurando-se pela primeira vez para as meias-finais, onde nunca qualquer equipa espanhola havia chegado.

Vídeo Champions League Feminino:

Rosengard – FC Barcelona (0-1)

Depois de se ver ultrapassada pela crescente liga gaulesa, a liga sueca perde agora espaço para

Bom Futebol Feminino. Bronze português para a história?

A final de 2017 joga-se em Cardiff. Fonte: Portal Futebol Feminino em Portugal

a espanhola.

A forma de Leia Ouahabi, a jovem lateral esquerda espanhola que se estreou a marcar pela selecção logo na final da Algarve Cup 2017, para dar o título à ‘roja’ diante do Canadá, estende-se e na Suécia foi ela a marcar o único tento do desafio, já nos descontos da primeira metade.

Jenni Hermoso e Mariona Caldentey foram as responsáveis pelos tentos no jogo de retorno. Alexa Putellas pode não ter estado nos golos, mas continua a transpirar classe a cada movimento, é uma menina de classe mundial.

Vídeo Champions League Feminino

FC Barcelona – Rosengad

Como é natural, a direcção do Barcelona congratula-se por ser o único clube ainda com possibilidade de ‘tripla’ coroa europeia, presente na corrida aos títulos feminino e masculino da Liga dos Campeões e na UEFA Youth League.

Vídeo FC Barcelona, o único clube “vivo” nas três Ligas dos Campeões

Seis das sete últimas finais da Liga dos Campeões femininos foram disputadas por uma formação germânica diante de uma equipa gaulesa e o sorteio da edição 16/17 para os quartos-de-final ditou duplo duelo franco-alemão.

Aulas continua a apostar forte no Olympique Lyon e não há meio do PSG ‘qatari’ ‘roubar’ o domínio feminino às ‘lionnesses’, por muito investimento que seja feito igualmente na capital. Desta feita, para 2017, chegou a Lyon a mais mediática futebolista da actualidade, Alex Morgan, que tentará por certo arrebatar desde já o título europeu. Também a Lyon chegou, no último Verão, a fantástica Dzsennifer Maroszan, uma das grandes estrelas do futebol alemão, nascida na Hungria, que deixou o 1.FFC Frankfurt pelo rival francês.

Vídeo RDV with Alex Morgan | Episode 5

Um belíssimo livre lateral de Abily ‘chapela’ Schult para a primeira vantagem do OL em Wolfsburgo, num encontro que repetiu as finais de 2013 e 2016. Uma combinação colectiva vê Maroszan ajustar-se, fazer a paralela à grande área e rematar para o 0-2. A formação francesa ganhava forte vantagem para a segunda mão.

Vídeo All Goals UEFA Women’s Champions League Quarterfinal

As detentoras do troféu e três vezes campeãs cederam em casa por 0-1, uma grande penalidade convertida pela dinamarquesa Caroline Hansen já dentro dos últimos 10 minutos, mas garantiram o 2-1 acumulado para seguirem até às meias-finais.

Vídeo Highlights | UWCL | Olympique Lyon – VfL Wolfsburg

Agora noutras funções, Portugal viveu o seu primeiro grande momento feminino no futebol quando Sónia Bompastor, com raízes na Póvoa de Varzim, levantou o troféu de campeã europeia como capitã do Olympique Lyon. Retirada de competição, a antiga lateral internacional francesa foi adjunta em 14/15 mas a maternidade chamou por si e agora é directora do centro de formação de clube, na vertente feminina, mas é um nome para relembrar no futebol feminino e na Diáspora portuguesa.

Vídeo Sonia Bompastor au micro de la Ligue Atlantique


O duelo de titãs entre PSG e Bayern Munique também sorriu às gaulesas… e de forma estrondosa. O triunfo bávaro em Munique, um só golo pela holandesa Vivianne Miedema não dava tranquilidade para a visita a Paris, mas as campeãs alemãs tinham a vantagem, em busca do seu primeiro apuramento para as meias-finais.

Apenas uma tremenda exibição da finlandesa Tinja-Riikka Korpela impediu as parisienses de marcarem em Munique. Uma mão cheia de intervenções negou o golo ao tremendo poder de fogo do PSG.

Vídeo Champions League Feminino FCB-Frauen – Paris St. Germain 1:0

Foi uma semana difícil para o PSG feminino, derrota em Marselha, deixando o OL esticar a liderança para sete pontos, derrota em Munique, mas a confiança manteve-se e a promoção do encontro demonstra isso mesmo.

Vídeo Trailler Paris Saint-Germain Feminines VS FC Bayern Munich

Desta feita o rolo compressor parisiense arrancou bem cedo. Muita atrapalhação alemã e aos três minutos já o PSG tinha vantagem. A brasileira Cristiane dobra o avanço aos 12 minutos. Novo erro crasso do último reduto bávaro e é a capitã costa-riquenha Shirley Cruz a facilmente apontar o 3-0. O intervalo chegava e as finalistas de 2015 voltavam a atingir as meias, onde teremos novo escaldante encontro entre Paris-SG e Barcelona, ainda com a versão masculina bem presente na mente de todos.

Vídeo Champions League Feminino Paris St. Germain Vs FC Bayern

As dinamarquesas do Fortuna Hjorring procuravam repetir o feito de 2003, quando na segunda edição da prova atingiram a final, diante de um Manchester City bem reforçado e em busca de fazer história.

Na Dinamarca foi a insaciável goleadora norte-americana Carli Lloyd, futebolista feminina do ano em 2015 e 2016, reforço ‘Citizen’ para 2017, a marcar o único tento, dando precioso avanço às inglesas no sempre difícil terreno de Hjorring. Não podia querer melhor estreia na Europa a estado-unidense.

Vídeo Fortuna Hjørring Vs Manchester City

Também na Academia do Manchester City quem se deslocou ali apenas viu um golo, numa boa sustentação aérea de Lúcia Bronze e cabeceamento com a guardiã Maria Christensen a revelar ainda pouca força de punho para evitar que a bola entrasse.

Vídeo Lucia Bronze Goal | Manchester City W 1-0 Fortuna Hjorring

O Manchester City já fez história no clube, mas o Arsenal continua distante, primeiro e único clube inglês a vencer a prova (2007), cinco vezes semifinalista, igualando as ‘Citizens’ o Birmingham City, com a semifinal de 2014, querendo certamente os donos do clube guiá-lo ao topo continental feminino. Pela frente terá as campeãs de Lyon, num também muito aguardado – agora – duelo norte-americano na Europa entre as estrelas Alex Morgan e Carli Lloyd, recém-chegadas ao ‘Velho Continente’.

 

Autor: António Valente

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Powered by Live Score & Live Score App