-- ------ Campeonato da Europa Sub-21 - Grupo B - Jornada 3 - Bom Futebol
Bom Futebol

Campeonato da Europa Sub-21 – Grupo B – Jornada 3

A Espanha, já qualificada para as meias-finais defrontava a Sérvia, e Portugal jogava frente à Macedónia a possibilidade de se manter na corrida para ser o melhor segundo classificado e assim garantir o apuramento.

Sérvia 0 – Espanha 1

A Sérvia tentava a primeira vitória no Torneio com este onze inicial:

Sérvia em 4-3-3

Albert Celades deu descanso a muitas das primeiras figuras, mas a Espanha apresentou um 11 muito forte na mesma:

Onze Espanhol com muitas alterações

Espanhóis gerem mas não facilitam

A Espanha enfrentou este jogo a pensar já no encontro das meias-finais. Muitas mexidas na equipa inicial, mas com a garantia de uma equipa muito forte para enfrentar a Sérvia. Os Sérvios tentavam sair do Campeonato da Europa com uma vitória, mas tiveram pela frente uma Espanha que foi dominadora e não permitiu grandes veleidades ao adversário. O golo do capitão Denis Suárez (minuto trinta e oito) aconteceu fruto do maior ascendente da “Rojita”. Pouco depois o capitão sérvio, Djurdjevic, foi expulso por acumulação de amarelos e deixou a sua equipa numa situação ainda mais complicada.

A segunda parte não trouxe grandes apuros aos espanhóis que podiam ter construído um resultado mais volumoso. A Espanha fica a aguardar o adversário para o decisivo encontro das meias-finais e a Sérvia regressa a casa sem qualquer triunfo na prova.

Estatísticas do Jogo

Fonte: meusresultados.com

Denis Suarez festeja o único golo da partida (fonte: uefa.com)

Macedónia 2 – Portugal 4

A Macedónia tinha surpreendido a Sérvia na segunda jornada e procurava tentar fazer o mesmo a Portugal.

Equipa da Macedónia em 4-3-3

Rui Jorge tentava tudo para vencer o jogo e ganhar vantagem na diferença de golos frente à Eslováquia. Apostou num onze bastante ofensivo:

Equipa de Portugal

Vitória inglória para Portugal

Depois da derrota frente à selecção espanhola a equipa de Rui Jorge ficava a depender da possibilidade ser o melhor segundo classificado de todos os grupos para seguir em frente. Após os resultados do Grupo A no dia anterior, existia uma primeira certeza, teria de suplantar a diferença de golos da Eslováquia para continuar a sonhar com as meias-finais. Eram precisos três ou mais golos de diferença e o inicio do jogo trouxe logo o primeiro deles. O defesa Edgar Ié deu o melhor seguimento a um canto de Iuri Medeiros e consumou a vantagem inicial de Portugal. O golo madrugador foi o tónico ideal para uma avalanche ofensiva portuguesa na fase inicial do encontro. Muita mobilidade dos homens da frente e a Macedónia em grandes dificuldades para responder. Ao minuto vinte e dois Bruma assinou mais um grande golo no Torneio e aumentou a vantagem. Tudo parecia correr bem, mas na parte final da primeira parte a formação lusa perdeu algum gás e a Macedónia fez um golo através de um belo remate de fora da área de Bardi.

Sempre perto e um enorme balde de água fria

O golo da Macedónia obrigava Portugal a ter de ir à procura de mais golos. À passagem do minuto cinquenta e cinco, saída Renato Sanches para a entrada de Ricardo Horta, a mensagem foi clara, era preciso arriscar ainda mais para chegar ao ultimo reduto da Macedónia. Pouco depois Iuri Medeiros fez um grande passe e Podence fez o terceiro golo de Portugal. A Selecção ficava a apenas um golo de superar a Eslováquia e ainda restava muito tempo para jogar. Rui Jorge lançou Diogo Jota para o lugar de Podence à entrada dos últimos vinte minutos. O volume ofensivo português foi sempre grande, mas o golo tardava em aparecer. Num contra ataque rápido a Macedónia gelou as aspirações lusas com o golo de Markoski a dez minutos dos noventa. Rude golpe para Portugal que ainda assim fez mais um golo no período de compensação, Bruma bisou. Final da partida com Portugal a ficar sem qualquer possibilidade de seguir em frente.

Estatísticas do Jogo

Fonte: meusresultados.com

Os golos de Bruma não chegaram (fonte:uefa.com)

Classificação Final do Grupo B

Fonte: uefa.com

Terminado o Grupo, a Espanha segue para as meias-finais e fica à espera de conhecer o seu adversário. Num grupo que se previa muito equilibrado, Portugal ficou na segunda posição e sem possibilidade de seguir em frente. Grande desilusão para a equipa nacional que foi vice-campeã no ultimo europeu. A Sérvia foi a decepção do grupo, apenas um ponto e cedo afastada da possibilidade seguir em frente. A Macedónia foi goleada na primeira jornada, mas depois esteve muito perto de vencer a Sérvia no segundo jogo. Os dois golos que marcaram a Portugal acabaram por ser decisivos para a eliminação portuguesa.

Deixe o seu comentário

bomfutebol