-- ------ Campeonato de Portugal - Série B - Balanço da Temporada - Bom Futebol
Bom Futebol

Campeonato de Portugal – Série B – Balanço da Temporada

Campeonato de Portugal Serie B
Prev1 of 24
Use your ← → (arrow) keys to browse

Campeonato de Portugal – Série B – Balanço da Temporada

O terceiro escalão do futebol português, entre o profissional e o amador, dos sonhos à realidade, análise à temporada

Felgueiras ganha no equilíbrio castigador

Foi de longe a mais equilibrada das cinco séries desta competição, o que deveria constituir uma mais-valia, porém não o foi, apenas o vencedor Felgueiras se qualificou para o play-off, o que reforça toda a deturpada visão da FPF para este campeonato. Regressado ao Nacional, o Sporting Espinho parecia lançado para trepar rumo às ligas profissionais, contudo soçobrou na fase final, demasiados pontos perdidos pela equipa de Rui Quinta e no jogo de título, no Comendador Manuel de Oliveira Violas ante o Felgueiras, a equipa não foi além do empate e viu os de Ricardo Sousa se guindarem até à luta pela subida.

O investimento argentino no Freamunde falhou rotundamente e os ‘Capões’ caem directos da LedmanLigaPro para os distritais num ano, 35 épocas depois da última passagem pela regional portuense. Também a entrada do antigo internacional luso Maniche na SAD da Camacha resultou em nada além de despromoção e acusações mútuas. Prosseguem as bizarras histórias de investidores que mantêm direcções, dinheiro que chega, mas não vai, acusações de parte-a-parte, sem que os reguladores se manifestem e, mais importante, ajam.

Apesar dos muitos reforços, o Canelas 2010 desce na jornada final novamente ao distrital do Porto, restando saber como será o plantel 18/19 e qual será a reacção dos concorrentes, os mesmos que se recusaram a defrontar a equipa gaiense em 16/17.

O Cinfães realiza uma má 2ª volta, apenas com 14 pontos, depois de terminar a 1ª como vice-líder, mas a manutenção e tranquilidade foram cedo asseguradas. Já a Sanjoanense, que virou em zona cinzenta, realiza uma 2ª volta para 4º e termina em 7º, mas apenas um ponto acima da descida, incrível como com 41 pontos o Canelas acaba despromovido, o que reitera o enorme equilíbrio da B.

Apesar das profundas mudanças invernais no plantel, das alterações técnicas, o Salgueiros cai novamente no distrital do Porto. Já o Trofense, que terminou a 1ª volta em antepenúltimo, soma 28 pontos na 2ª, que fecha somente atrás do Felgueiras, para se salvar da descida.

A Sanjoanense e o Felgueiras não perderam em casa na 2ª metade do Campeonato de Portugal, o que se revelou factor decisivo, para o play-off no caso felgueirense – com um sanjoanense ao comando, por sinal, para a salvação, no caso da ADS.

Sousense e Aliança Gandra, que não tinham histórico Nacional até há poucos anos atrás, 2010 para os da Foz do Sousa, 2016 para os de Paredes, regressam ao distrital da AF Porto. Além do Trofense, também o Coimbrões conseguiu escalar para fora da zona de descida, numa troca gaiense, salvou-se o Coimbrões, desceu o Canelas.

Numa série tão equilibrada, o golo custa mais caro e a média cifrou-se nos 2,48, abaixo dos 2,54 da A. As mudanças técnicas foram bastantes, quase as mesmas que o número de formações a disputarem a Série.

O Felgueiras foi o melhor ataque, com o Cesarense a ficar com a defesa menos batida. Foram utilizados quase mais três futebolistas em média por plantel face à Série A e são mais três também as nacionalidades, de Angola à Venezuela, passando por Argentina, Austrália, Brasil, Burkina Faso, Cabo Verde, Camarões, Chile, China, Colômbia, Costa do Marfim, Egipto, EUA, França, Gana, Guiné-Bissau, Guiné-Conakry, Haiti, Inglaterra, Jamaica, Malawi, Nigéria, Quénia, Rússia, São Tomé e Príncipe, Senegal, Ucrânia e Uganda.

Prev1 of 24
Use your ← → (arrow) keys to browse

Deixe o seu comentário

bomfutebol