-- ------ Europeu de Sub17, Berçário de Talentos - Parte 4 - Bom Futebol
Bom Futebol

Europeu de Sub17, Berçário de Talentos – Parte 4

Europeu de Sub17, Berçário de Talentos – Parte 4 – Croácia 2017.

O logótipo do Europeu de sub17 2017. Fonte: sítio oficial do Europeu www.croatia2017.hr

Inglaterra, Holanda, Noruega e Ucrânia compõem o Grupo D, todos com claras aspirações a ultrapassarem a fase de grupos e atingirem a qualificação para o Mundial da categoria. Quatro escolas bem distintas em disputa, o ainda típico futebol inglês, mesmo que cada vez mais mesclado com talento de genes oriundos de outras paragens, o nórdico, que deriva do inglês, mas também já muito influenciado por jovens com raízes africanas, balcânicas e do Médio Oriente, o sempre entusiasmante futebol ‘laranja’ e o ainda mecanizado futebol leste-europeu, herdeiro de Lobanovskiy. Angel Gomes, filho de Gil, campeão do mundo de sub20 por Portugal em 1991, seria uma das estrelas inglesas, mas uma lesão recente afasta-o da fase final.

Portugal não repetirá a festa de 2016. Fonte: UEFA

Grupo D

Inglaterra

Vencedores do título de sub17 em 2010 e 2014, os ingleses têm naturais ambições e Steven Cooper é o homem que pretende guiar os jovens ‘Leões’ ao terceiro título do seu historial. A participação num torneio croata há uns meses foi bem proveitosa e deixa antever uma boa prestação. Estes são os 18 nomeados para a Croácia:

1 – Josef Bursik – GR – Wimbledon;
2 – Timothy Eyoma – DF – Tottenham (titular na UEFA Youth League);

3 – Lewis Gibson – DF – Newcastle;
4 – George McEachran – MD – Chelsea;

5 – Marc Guehi – DF – Chelsea (nascido na Costa do Marfim);

6 – Jonathan Panzo – DF – Chelsea;

7 – Phil Foden – MD – Manchester City;

8 – Tashan Oakley-Boothe – MD – Tottenham;

9 – Rhian Brewster – AV – Liverpool (habitual escolha nas reservas do clube);

10 – Callum Hudson-Odoi – MD – Chelsea;

11 – Jadon Sancho – MD – Manchester City;

12 – Reo Griffiths – AV – Tottenham (escolha na UEFA Youth League e nas reservas);
13 – Curtis Anderson – GR – Manchester City;
14 – Jake Vokins – DF – Southampton;

15 –  Alexander Denny – MD – Everton;
16 – Daniel Loader – AV – Reading (já se estreou na equipa principal);
17 – Aidan Barlow – MD – Manchester United;

18 – Emile Smith-Rowe – MD – Arsenal;

Holanda

Kees van Wonderen pretende que os sucessos de 2011 e 2012 por parte dos sub17 holandeses sejam repetidos em 2017 e levou estes jovens para a Croácia:

1 – Jasper Schendelaar – GR – AZ Alkmaar;

2 – Lutsharel Geertruida – DF – Feyenoord;
3 – Tijn Daverveld – DF – PSV;

4 – Mitchel Bakker – DF –  Ajax;
5 – Kik Pierie – DF – Heerenveen (já alinhou pelas reservas do clube);

6 – Achraf El Bouchataoui – MD – Feyenoord;

7 – Mohamed Mallahi – AV – Utrecht;
8 – Dogucan Haspolat – MD – Excelsior Roterdão (já se estreou na equipa principal);

9 – Thomas Buitink – AV – Vitesse (já treina e joga com a segunda equipa);

10 – Juan Familio-Castillo – MD – Chelsea (Ing);

11 – Zakaria Aboukhlal – AV – Willem II/PSV;

12 – Tommy St Jago – DF – Utrecht;
13 – Justin de Haas – DF/MD – AZ Alkmaar;
14 – Thijs Oosting – MD – AZ Alkmaar;
15 – Andrew Mendonça – MD – PSV;

16 – Fabian De Keijzer – GR – Utrecht;
17 – Myron Boadu – AV – AZ Alkmaar (juvenil de 1.º ano, já brilha na segunda equipa do AZ);

18 – Delano Ladan – AV – ADO Den Haag (já se estreou pelas reservas):

Noruega

A foto de grupo dos sub17 noruegueses. Fonte: sítio oficial da federação norueguesa de futebol www.fotbal.no

Erland Johnsen tem a responsabilidade de fazer o que a Noruega nunca antes conseguiu, ir além da fase de grupos, algo conquistado pelos nórdicos em cinco ocasiões anteriores, ou seja, apuramento para a fase final, contudo sem nunca atingirem a fase a eliminar, estes foram os 18 nomes para essa procura.

Numa nota, relevante, a maioria do plantel norueguês já está integrado nas formações seniores dos respectivos clubes, inclusive vários deles estreando-se na taça norueguesa e alguns também se exibiram nas ligas em 2017.

1 – Mads Christiansen – GR – Lillestrom;
2 – Fabian Filip Rimestad – DF – Fana (já se estreou na equipa principal);

3 – Emil Kalsaas – DF/MD – Fyllingsdalen (já debutou pela primeira equipa);
4 – Colin Rosler – MD – Manchester City (filho do antigo avançado alemão Uwe Rosler, já alinhou pelos sub16 ingleses e pode representar a Alemanha);

5 – Erik Tobias Sandberg – DF – Lillestrom;
6 – Johan Hove – MD – Sogndal (já alinhou pela primeira equipa);

7 – Mikael Ugland – MD – Start;
8 – Andreas Waagan – DF – Aalesund;
9 – Erik Botheim – AV – Rosenborg (já debutou na equipa principal);

10 – Jorgen Strand Larsen – MD – Sarpsborg 08;
11 – Hakon Evjen – MD – Bodo/Glimt (já utilizado pela equipa principal);
12 – Lars Kvarekval – GR – Stabaek;
13 – Edvard Sandvk Tagseth – MD – Neset/Liverpool;

14 – Erling Braut Haaland – AV – Molde;

15 – Jesper Daland – DF – Stabaek (já se estreou na primeira equipa);
16 – Halldor Ostervold Stenevik – MD – Brann;

17 – Andreas Uran – DF – Molde;
18 – Elias Martin Flo – MD – Hodd;

Ucrânia

Os ucranianos também pretendem ir além da fase de grupos, algo que não conseguiram nas anteriores qualificações para a fase final, esse é o desiderato de Sergii Popov, que nomeou estes 18:

Foto de família dos sub17 que viajaram para a Croácia. Fonte: sítio oficial da federação ucraniana de futebol www.ffu.org.ua

1 – Victor Babicyin – GR – Dnipro;

3 – Roman Slyva – DF – Karpaty Lviv;
4 – Igor Snurnitsyn – DF – Olimpik Donetsk;

5 – Oleksandr Syrota – DF – Dínamo Kiev;
7 – Vladyslav Supriaha – AV – Dnipro;
8 – Olexiy Kashchuk – MD/AV – Shakhtar Donetsk;

 

9 – Artur Vashchyshyn – MD – Dínamo Kiev;
10 – Georgi Tsitaishvili – MD – Dínamo Kiev;

11 – Evgenii Isaienko – AV – Shakhtar Donetsk;
12 – Dany Ltaif – GR – Olimpik Donetsk;
13 – Ilia Malyshkin – DF – Dínamo Kiev;
14 – Mykyta Titaievskiy – MD – Chornomorets Odessa;

15 – Petro Kharzhevskiy – MD – Karpaty Lviv;

16 – Vikentii Voloshyn – MD – Dínamo Kiev;

17 –  Artem Kholod – MD – Shakhtar Donetsk;
18 – Bohdan Biloshevskiy – MD – Dínamo Kiev;
19 – Bohdan Kurtiak – DF – Karpaty Lviv;
22 – Vadym Mashchenko – MD – Dínamo Kiev;

Deixe o seu comentário

bomfutebol