-- ------ Frontale adia festa de Antlers mais uma semana - Bom Futebol
Bom Futebol

Frontale adia festa de Antlers mais uma semana

Frontale adia festa de Antlers mais uma semana

Suado triunfo do Kawasaki Frontale adia renovação do título do Kashima. Fonte: Twitter

O Kashima Antlers espreitava o festejo no sofá, contudo o Frontale bateu o Gamba Osaka e adiou mais uma vez as celebrações ao titular. Cerezo Osaka goleou em Yokohama, no regresso de Hugo Vieira aos relvados, para se aproximar da posição definitiva na ‘Champions’ 2018. O Bom Futebol continua a ser marca J-League. Albirex Niigata volta a vencer, mas a descida é agora matemática.

Kawasaki Frontale 1-0 Gamba Osaka

O Frontale sabia que apenas um triunfo evitaria os festejos, desde já, do Kashima Antlers, a descansar neste fim-de-semana pois o seu encontro correspondente à 32.ª jornada havia sido antecipado e vencido – face à final continental do Urawa Reds.

Começou cedo a avalanche ofensiva do Frontale, porém o Gamba Osaka resistia. As boas combinações ofensivas sucediam-se, contudo na hora de finalizar os futebolistas da casa revelavam pouco acerto.

Higashiguchi brilhava nas redes do Gamba Osaka, mas o Kawasaki Frontale não desistia.

Ao intervalo reinava o nulo, muito graças ao guardião alternativo da selecção nipónica.

O Frontale desesperava perante mais uma brilhante parada do guardião visitante.

Aproximava-se o final do encontro e os de Kawasaki já imaginavam festa no campo do Antlers.

Finalmente, dentro dos últimos 10 minutos, canto na direita, Ienaga ganha no duelo aéreo e Elsinho consegue ultrapassar Higashiguchi. O Frontale adiava os festejos definitivos do Antlers, que somente tem de vencer um dos dois próximos desafios para voltar a conquistar a Meiji Yasuda J1 League.

Kashima Antlers 1-0 Urawa Reds

Antecipado devido à final da Liga dos Campeões da AFC, o desafio do Kashima Antlers para a 32.ª ronda foi de sentido único, com os visitantes em modo ‘champions’ e a formação da casa preocupada em tentar um golo para se aproximar de nova celebração.

Custou a chegar, apesar das sucessivas oportunidades criadas, mas veio mesmo e pelo brasileiro Leandro, a corresponder da melhor forma ao centro largo a partir da direita de Nishi e a levar ao delírio os mais de 30 mil que se deslocaram ao Kashima Soccer.

A próxima jornada será excitante. O Kashima acolhe o Kashiwa Reysol, que ainda sonha com um lugar nos três primeiros e consequente apuramento para a Liga dos Campeões. a dois pontos dessa posição. Já o Frontale defrontará o Urawa Reds, apenas na quarta-feira 29 de Novembro, já em modo de festejo ou não, depois do encontro de retorno da final da Liga dos Campeões Asiáticos – empatou a 1.ª mão. Podemos ter campeão no fim-de-semana, a meio da semana ou adiar tudo para a derradeira jornada.

Al Hilal 1-1 Urawa Reds

A partida de ida da final da Liga dos Campeões da AFC pode ser vista aqui, no hub da Confederação Asiática de Futebol. Um empate que oferece vantagem aos nipónicos para a partida de retorno, num desafio marcado por mais um tento de Khribi, dois acima do marcador do Urawa Rafael Silva, que aproxima o avançado sírio da história, ser o primeiro nativo do Médio Oriente de sempre a ser consagrado como melhor marcador da Liga dos Campeões!

Yokohama F Marinos 1-4 Cerezo Osaka

Na luta directa pelas posições continentais, o promovido Cerezo Osaka rumou a Yokohama para surpreender a equipa da casa, vencer de forma clara e praticamente afastar o F Marinos dos lugares na Liga dos Campeões, via liga.

O enorme susto em torno de Hugo Vieira, com suspeita de rotura de ligamentos, acabou por não se confirmar e o avançado minhoto voltou aos relvados, entrado com 1-3, com o desafio já virado e sem conseguir reequilibrar o encontro.

Nada faria prever este desfecho quando Babunski saca um belíssimo remate de fora da área que bate na base do poste e entra. À passagem do quarto-de-hora o F Marinos adiantava-se no marcador e relançava-se na luta pelo pódio.

Mombaerts tinha a dupla maravilha, Martinus-Hugo Vieira, no banco, no entanto levava vantagem na partida e assim se chegou ao descanso. A equipa pareceu recuar mal marcou e Iikura começava a mostrar-se, seguro na baliza.

Pouco depois da hora de jogo, Mizunuma vira muitíssimo bem o jogo, bola na linha, o lateral esquerdo Maruhashi tem paciência, ganha espaço, centra e o goleador Kiyotake iguala o desafio.

Kiyotake abria o livro e em nova combinação genial dá de calcanhar para Mizunuma revirar o encontro. Jogada para ver e rever.

Em pouco mais de cinco minutos o Cerezo Osaka virava de 1-0 para 1-3, canto na direita, parece curto, contudo é combinado e surge Sugimoto a concluir da melhor forma o centro de Maruhashi, segundo passe decisivo do lateral.

Já nos derradeiros cinco minutos, novo canto de Maruhashi, Iikura ainda bloca a primeira tentativa, mas Jonjic estava lá para fechar o resultado em 1-4.

O francês pareceu demasiado fiel à sua escola, excessivamente preocupado em defender a magra vantagem, entregando a partida aos visitantes, o que acabou por ditar uma pesada derrota ao F Marinos e o adeus ao pódio final.

Kashiwa Reysol 1-0 Jubilo Iwata

Quem não desiste do 3.º lugar final é o Reysol, que teve a fortuna de um autogolo a valer mais três pontos, desta feita sem conseguir Nakamura valer pontos ao Jubilo Iwata.

A tentativa de evitar Cristiano ao segundo poste, Sakurauchi acaba por introduzir o esférico nas suas próprias redes, permitindo o avanço aos donos do terreno perto da meia hora de jogo.

Duas das equipas que praticam muito e Bom Futebol continuaram a partilhar oportunidades pela partida afora, contudo não mais mudaria o resultado.

Sagan Tosu 2-1 FC Tóquio

Duas formações tranquilas na tabela, proporcionaram um bom espectáculo. Harakawa, num livre primoroso, adiantava os da casa no marcador, bola a entrar embatendo no poste e sem chances para o guardião.

Os da capital procuravam igualar, mas desafinavam na pontaria.

Falhava o FC Tóquio e dobrava o avanço o Sagan Tosu. Fukuta a marcar e o Sagan Tosu a ter uma boa ponta final e a terminar na primeira metade de tabela.

A segunda parte voltou a debitar oportunidades nas duas balizas, mas somente Okubo reduziu, já em tempo de compensação, não o bastante para evitar a derrota do FC Tóquio.

Vissel Kobe 1-2 Sanfrecce Hiroshima

O Sanfrecce estava obrigado a vencer na frenética luta pela permanência. Um belo cabeceamento de Inagaki dava avanço aos visitantes aos 17 minutos, o bom caminho surgia.

Watanabe empatava aos 27 minutos e voltava a colocar os de Hiroshima na zona de descida.

Hayashi brilhava nas redes visitantes e impedia Podolski de marcar.

Tokushige respondia na outra baliza, também a brilhar a grande altura.

O brasileiro Patric entra aos 75 minutos, a equipa do Sanfrecce controla bem, vira o flanco, centra e o dianteiro sobe para dar os três pontos aos visitantes. A luta será até ao fim, mas os de Hiroshima volta a sair da zona de despromoção.

Vegalta Sendai 3-0 Omiya Ardija

Os visitantes ficaram com o destino selado, a J2 será a sua liga em 2018.

Hachisuka de pé direito centra da esquerda e Masushima ‘penteia’ de forma perfeita para o 1-0. Não muito tempo depois o Vegalta avançava para 2-0.

Já no segundo tempo é Mita com um remate extraordinário para consumar o confortável triunfo do Vegalta Sendai, que envia os visitantes para o segundo escalão.

Shimizu S-Pulse 0-2 Consadole Sapporo

Uma soberba ponta final de campeonato leva os nortenhos rumo à salvação e esta vitória extramuros confirma essa manutenção.

O tanque Bothroyd foi preponderante nesta fase final, terceiro bis nos últimos quatro desafios e a garantir três vitórias para o Consadole.

No pólo oposto está o S-Pulse, já não vence há diversos encontros e está apenas a três pontos da zona de despromoção.

Albirex Niigata 1-0 Ventforet Kofu

Foi demasiado tardia a recuperação do Albirex Niigata, que volta a ganhar, desta feita sem conseguir evitar a matemática despromoção.

Para o Ventforet esta derrota implica a queda na zona de descida.

Um golo na própria baliza do brasileiro Éder Lima, a enganar completamente o seu guardião, foi o bastante para a derrota.

A manutenção joga-se na próxima jornada, Shimizu S-Pulse x Albirex Niigata, Sanfrecce Hiroshima x FC Tóquio, Omiya Ardija x Ventforet Kofu estarão em acção na luta directa pelo objectivo da permanência.

Deixe o seu comentário

bomfutebol