-- ------ J1 League, Hugo Vieira volta a marcar - Bom Futebol
Bom Futebol

J1 League, Hugo Vieira volta a marcar

O Yokohama F Marinos, do avançado minhoto, lidera o quarteto que soma duas vitórias nas jornadas disputadas

A classe de Babunski ficou bem visível na conclusão do golo inaugural do Yokohama F Marinos, uma equipa que Mombaerts tem a jogar muito bem, aqui bem notória também pela açucarada assistência de Saito. O médio ‘10’ da equipa, de 26 anos, é um diabo no relvado, foi a sua pressão bem raçuda que recupera a bola e contribui também para o segundo golo, Gu ainda bloca a remate de Saito e Togashi, que o acompanhou bem, apenas se limita a encostar.

Hugo Vieira entrou para o lugar de Togashi aos 70 minutos e três depois soma o seu segundo na liga japonesa! Não podia querer melhor estreia nesta fabulosa liga o dianteiro barcelense.

O Consadole Sapporo segue sem pontos e sem golos.

Também o encontro entre o FC Tóquio e o Omiya Ardija opôs um dos líderes à outra formação ainda a zeros. A equipa da capital também tem um futebol bem rendilhado. O golo de Morishige é mais um exemplo da qualidade técnica do futebolista nipónico, a forma como coloca o pé diz tudo.

Shoya Nakajima exibe toda a irreverência dos seus 21 anos, faz a cabeça em água à defensiva já nos descontos, ele que havia entrado aos 54 minutos, mantém-se atento ao desenrolar da jogada e vai buscar a bola colocada por Okubo para apontar o 2-0.

Uma atrapalhação defensiva logo a abrir, com enorme confusão dentro da área, permitiu ao Vissel Kobe adiantar-se logo aos três minutos na recepção ao Albirex Niigata. O clube forasteiro replicou e obrigou Kim a brilhar. Kim ainda voou para impedir um brilhante cabeceamento de Yamazaki, mas já sem grande ângulo Tanaka coloca a bola entre os apoios do sul-coreano para igualar a contenda. Kim não merecia sofrer este golo depois da enorme estirada, faltando-lhe melhor apoio dos colegas.

Um canto comprido, na resposta, viu boa combinação na área e é o suplente Takahashi a dar o triunfo aos de Kobe, que somam por vitórias os dois jogos realizados.

Quase 15 mil pessoas, num estádio Yamaha perto de estar repleto – como habitual na J1 League e que facilmente se verifica pelos resumos, muita intensidade, oportunidades dos dois lados e mais um grande golo, num soberbo remate de Okuno para dar a vitória ao Vegalta Sendai na visita ao Jubilo Iwata. O Vegalta venceu os dois encontros por um golo cada e é o quarto co-líder.

Depois do empate a abrir, o Gamba Osaka foi visitar o estádio ‘Sol’, ‘amarelo’, do Kashiwa Reysol para vencer por 1-3. Uma boa descida pela esquerda, do lateral Fujiharu, assistiu Nagasawa para uma fácil abertura do marcador.

Um tiraço de Yusuke Kobayashi, mais um jovem a acompanhar de perto, iguala a contenda logo no arranque da segunda metade.

O jogo colectivo, cheio de envolvimentos e triangulações, do Gamba Osaka viu-os chegarem novamente à vantagem com fácil conclusão na área, desta feita de Ademilson, com a bola a ser cruzada do lateral direito Hatsuse. Ademilson que tem uma boa iniciativa individual e arranca uma grande penalidade que Nagasawa concretiza para o 1-3 final.

https://www.youtube.com/watch?v=ogNVA316rvk

Envolvido na Liga dos Campeões Asiáticos, o Kawasaki Frontale terá sentido a viagem até Hong Kong e o inesperado empate a um, cedendo novo empate, agora na recepção ao Sagan Tosu, depois de ter aberto a J1 League com vitória.

Perto de 40 mil no Saitama assistiram ao primeiro triunfo do Urawa Reds, 3-1, na liga, batendo de forma clara o Cerezo Osaka. Revelou-se muito frágil defensivamente a formação de Osaka.

Mu Kanazaki deu a Léo Silva a possibilidade de dar a primeira vitória ao Kashima Antlers, 0-1 na visita ao Ventforet Kofu.

Rokutan realizou um dos voos da jornada, numa brutal parada a remate de Shiotani, acabando por ser vital para a vitória dos visitantes, Sanfrecce Hiroshima, na deslocação ao terreno do Shimizu S-Pulse.

Autor: António Valente Cardoso

Deixe o seu comentário

bomfutebol