-- ------ Liga dos Campeões... para apostador ver - Oitavos de final 1.ªmão (17/18)
Bom Futebol

Liga dos Campeões… para apostador ver – Oitavos de final 1.ªmão (17/18)

Este é o artigo mais completo para um apostador que queira fazer lei (ou €uros) com a Liga dos Campeões. Prepare-se e mergulhe no que têm sido os últimos seis anos de Champions e, claro, respetivas tendências.

 

Está de regresso, caro apostador, a Liga dos Campeões! A prova-rainha do futebol europeu de clubes voltará… explosiva. Juventus x Tottenham, FC Porto x Liverpool, Real Madrid x PSG, Chelsea, Barcelona,… Há artilharia pesada para todos os gostos, feitios e nacionalidades! A cor do Bom Futebol, essa, vai por certo colorir esta primeiríssima ronda das fases a eliminar. Prepare-se, comando na mão e… deixei a magia fluir pelo pequeno ecrã. Esta primeira mão dos oitavos de final vai, de certeza absoluta, ser arrebatadora.

Além da componente emocional, estética e fulgorante da competição, pode, caro apostador, aliar isso a dinheiro. Eis o que se tem passado e, portanto também, as tendências das últimas seis temporadas da prova:

 

1. Temporada 2011/12- um triunfo forasteiro para a amostra. “Empate” nos golos (-2,5/+2,5)

Vitórias caseiras dominantes, caro apostador, há seis temporadas atrás.

Imagem 1- Temporada 2011/12… para apostador ver. Fonte: zerozero

 

2. Época 2012/13- Quase metade dos jogos empatados e novo “empate” nos golos

Imagem 2- Equipas forasteiras tiveram melhor desempenho em 2012/13. Fonte:zerozero

 

3. 2013/14 para apostador conferir

Imagem 3- Seis triunfos forasteiros e predominância de -2,5 golos em 2013/14. Fonte: zerozero

 

4. 2014/15 “reconduziu” ligeira tendência de -2,5 golos

Imagem 4 – Manteve-se, em 2014/15, tendência para -2,5 golos. Fonte: zerozero

 

5. 2015/16 com tendências semelhantes às anteriores

Imagem 5- Triunfos forasteiros continuaram a fazer “lei”. Novo “empate” absoluto entre -2,5 e +2,5 tentos. Fonte: zerozero

 

6. Temporada 2016/17 diferente (mais caseiros do que forasteiros) e apenas dois jogos com -2,5 golos. Tendências, portanto, invertidas

Imagem 6- Triunfos caseiros dominaram 1.ª mão (seis). Nenhuma empate para amostra. Dois jogos com -2,5 golos e seis com +2,5. Tudo ao contrário das restantes temporadas. Fonte: zerozero

Imagem 7 – Na temporada transata, Ederson segurou com tudo (literalmente) vantagem tangencial que o Benfica levou para a segunda mão. Foi um de dois jogos com -2,5 golos. Fonte: impresa.

 

7. Perspetivas para 2017/18 para apostador refletir: Juventus x Tottenham, Basileia x City e FC Porto x Liverpool

Juventus x Tottenham será um duelo tão imprevisível como interessante. Duas equipas em excelente momento e que têm dado cartas nos respetivos campeonatos. Uma Juve à italiana (praticamente não tem sofrido golos) e um Tottenham à inglesa (marca praticamente sempre). Será difícil prever, neste jogo, qualquer evento. É de tripla pura.

Basileia x M. City será um duelo entre duas equipas também elas em grande momento de forma. Não obstante, aqui, deverá haver uma superioridade natural dos citizens. Os comandados de Guardiola têm mostrado consistência e qualidade bem acima da média, pelo que deverá esperar-se golos por parte dos ingleses e, associado a isso, um triunfo.

FC Porto x Liverpool será, com quase toda a certeza, um duelo de golos. Muitos golos. Duas equipas com grande apetência ofensiva e que defensivamente, quase como um reverso da medalha, sofrem também consistentemente. Será, por isso, interessantíssimo de seguir. Até porque ambas se encontram em momentos de forma muito bons. Poderá, indubitavelmente, haver chuva de golos no Dragão.

 

8. O jogo dos jogos (Real M. x PSG), o Chelsea x Barcelona e o interessante Bayern x Besiktas

O cabeça de cartaz Real Madrid x PSG será, previsivelmente, em teoria, o duelo mais apetecível e competitivo de todos. Real Madrid acabado de vir de uma goleada, contrastando o que tem sido os seus desempenhos mais recentes. PSG inviolável como tem sido hábito desde o início da época. Consistente, dificílimo de ultrapassar. Este encontro terá como ingrediente extra de ser o mais importante jogo da época… para ambos. Por razões diferentes. O Real porque só poderá, até ao fim da presente época desportiva, almejar este troféu. O PSG porque está descansado na Ligue 1 e, atendendo aos milhões pornográficos gastos no mercado veraneante, “só” praticamente a Champions interessa vencer. É, por isso, o primeiro de dois duelos de tudo ou nada que terá, previsivelmente, muitos golos. Não só atendendo ao contexto como também atendendo à própria índole das duas equipas.

Chelsea Barcelona protagonizarão também eles duelo interessante de seguir, não obstante de se encontrarem em fase menos boa. Poderá, atendendo a isso, ser um jogo de poucos golos, ainda que seja um pouco imprevisível. No que concerne ao resultado final, será difícil ao Barça perder em Londres, tal a consistência que tem, a todos os níveis, patenteado ao longo desta época.

Os campeões alemão (Bayern) e turco (Besiktas) protagonizarão, certamente, jogo de alto nível. Será, em perspetiva, um encontro muito disputado. O poderoso conjunto alemão não é avassalador, mas é um “relógio” no que concerne a marcar. Sofre pouco, é certo, mas os turcos marcam com muita frequência. Perspetivam-se, por isso, golos. E muito dificilmente o conjunto de Heynckes não vencerá este primeiro round.

 

9. Os imprevisíveis Shakhtar x Roma e Sevilha x Manchester United

O Shakhtar x Roma será um dos encontros mais imprevisíveis desta 1.ª mão dos «oitavos». Primeiro porque os romanos se encontram num período algo oscilante. Segundo porque os ucranianos, liderados pelo português P. Fonseca, não têm competição desde… 10 de dezembro. Pelo que terá, esta partida, um caráter imprevisível. Poderá, porém, haver poucos golos neste encontro.

No que concerne ao confronto de históricos Sevilha x United, será este um duelo também bastante difícil de prever, quer no que concerne ao resultado final quer ao número de golos. O favoritismo, porém, estará do lado dos ingleses comandados por José Mourinho. Atendendo ao perfil, poderá o jogo ter poucos golos, visto que o M. United é uma equipa defensivamente muito capaz e não deverá dar-se a grandes riscos atendendo ao facto de ser esta (ainda) a 1.ª mão.

 

Autor: André Rodrigues

Deixe o seu comentário

bomfutebol