-- ------ Liga Europa - 1ª Jornada da Fase de Grupos - Bom Futebol
Bom Futebol

Liga Europa – 1ª Jornada da Fase de Grupos

Liga Europa – 1ª Jornada da Fase de Grupos

Como sempre, a Liga Europa ofereceu grandes espetáculos, resultados surpreendentes e muitos golos! A primeira jornada oferece uma primeira visão de quem é quem, pelo que será de esperar muita luta até ao final desta fase!

Grupo A

Neste grupo, que apresenta um teórico equilibrio, as equipas da casa vencem os seus respetivos jogos. O Slavia de Praga levou de vencido o Maccabi Tel-Aviv com um golo solitário de Necid. Os israelitas dominaram o jogo mas a equipa da casa foi mais eficaz, apesar das oportunidades par a par, com o Slavia a criar sempre mais oportunidades de golo

No outro jogo, uma lógica vitória do Vilarreal sobre o Astana por 3-1. Sansone, Bakambu e Cheryshev marcaram os golos dos espanhóis, enquanto Logvinenko empatou para os cazaques, quando o jogo estava ainda com o marcador de 1-0. O jogo foi mais equilibrado que o resultado expressa mas, apesar da boa réplica do Astana, O Vilarreal é muito forte em casa e foi bastante eficaz.

Grupo B

O Young Boys recebeu o Partizan num empate a 1 bola, sendo que o resultado é curto para a equipa da casa, que teve mais argumentos que os sérvios. No entanto, a ineficácia dos suiços e a boa exibição do ex-Sporting Stojkovic permitiu aos forasteiros arrecadar um importante ponto fora de casa.

No outro jogo, o Skënderbeu ainda começou na frente do marcador na casa do Dinamo Kiev, com um golo de Muzaka, mas Sydorchuk, Júnior Moraes e Mbokani deram a volta ao resultado, sendo que o resultado foi justo para o que o se desenrolou durante os 90 minutos.

Grupo C

Uma das grandes surpresas da noite aconteceu no grupo C, com o Sp. Braga a levar de vencida o Hoffenheim na Alemanha por 2-1. O resultado premia o jogo inteligente que os bracarenses fizeram, contra uma equipa que revela alguma inexperiência, tendo perdido os 3 jogos europeus que realizou até agora. Um passo gigante para o gverreiros, que se destacam, por ora, na liderança do grupo.

Por outro lado, o İstanbul Başakşehir recebeu o Ludogorets num jogo sem golos, sendo que a equipa turca esteve sempre com o controlo do jogo, permitindo apenas oportunidades para o búlgaros através de erros defensivos. A ineficácia da equipa da casa permite aos visitantes arrecadar um importante ponto para a luta num dos grupos que se espera mais equilibrado.

Grupo D

Este grupo começou com 2 vitórias dos forasteiros com o AEK a ir à Croácia vencer o Rijeka por 2-1. O AEK foi sempre mais perigoso num jogo equilibrado, sendo que o empate também seria um resultado aceitável. Por outro lado, o AC Milan esmagou o Austria Viena fora por 5-1, com um hat-trick de André Silva. O resultado demonstra a superioridade da equipa italiana, um das candidatas à vitória final.

Grupo E

No grupo E, o Lyon deixou fugir a vitória no último minuto contra o Apollon, em Chipre. Depay inaugurou o marcador para os franceses mas o cipriotas, através de Sardinero, colocaram a justiça no resultado já no ultimo fôlego, para recuperar, pelo menos, 1 ponto.

No outro jogo, a Atalanta demonstrou que continua com a força da temporada passada e despachou o Everton por uns claros 3-0, com golos de Masiello, Gómez e do ex-Benfica Cristante, num jogo onde criou várias oportunidades e ao intervalo já estava com o marcador a 3-0, dando a sensação que poderia ter chegado a outro volume de golos.

Grupo F

No grupo onde ainda não se marcou um golo, o Copenhaga recebeu o Lokomotiv de Moscovo para uma repartição de pontos, apesar do Copenhaga ter dominado e até justificava outro resultado, mas sem nunca criar muito perigo. A equipa de Manuel Fernandes e Éder também pouco perigo criou, pelo que o resultado penaliza a baixa criatividade atacante.

Os checos de Zlín receberam os moldavos do Sheriff e também repartiram o resultado, num jogo com bastantes oportunidades mas também com a oposição dos respetivos guarda-redes. O Sheriff foi sempre mais perigoso mas o empate aceita-se, se bem que seria mais ajustado se fosse com golos.

Grupo G

O Steaua, que defrontou o Sporting no play-off da Liga dos Campeões, venceu o Plzen por 3-0, num resultado enganador, pois os checos deram uma boa réplica e até poderiam ter inaugurado o marcador numa bola aos ferros. Os romenos foram mais eficazes e penalizaram a falta de eficácia ofensiva e defensiva dos forasteiros.

No outro jogo do grupo, o Hapoel Be’er Sheva venceu o Lugano por 2-1, num jogo com várias incidências. A equipa da casa começa o jogo na frente, com um golo aos 2 minutos, mas ainda na primeira parte falha uma grande penalidade que daria uma confortável vantagem. Já na segunda parte, nova grande penalidade convertida por Tzedek que reduz para o Lugano num auto-golo passado apenas 7 minutos. Apesar da boa réplica dos suíços, a vitória não escapou à equipa da casa.

Grupo H

No grupo H, o Arsenal ainda começou a perder contra o Colónia, com Cordoba a aproveitar uma baliza deserta para marcar do meio da rua, mas golos de Kolasinac, Sanchez e Bellerin, já na 2ª parte, colocaram justiça no resultado, apesar do Colónia não ter baixado os braços.

No Estrela Vermelha recebeu o BATE Borisov com uma partição de pontos após empate a 1 bola. O resultado não reproduz o que se passou em campo, com o Estrela Vermelha a desperdiçar bastantes oportunidades sem conseguir concretizar e a ser castigado com o empate, que poderia ser ainda pior pois o BATE ainda enviou uma bola aos ferros.

Grupo I

No grupo I, o Vitória Sport Clube empatou contra o RB Salzburgo a 1 golo, sendo que os austríacos tiveram mais oportunidades mas a equipa portuguesa deu uma boa réplica, com a curiosidade de não ter apresentado nenhum jogador europeu no 11 inicial.

No outro jogo, o Marselha venceu o Konyaspor por 1-0, sendo que a vitória peca por escassa, vista a diferença entre ambas equipas. O único golo do jogo foi marcado por Rami, já na 2ª parte e ambas equipas poderiam ter marcado com remates que acertaram nos ferros mas o resultado não mudou até ao final da partida.

Grupo J

O nulo entre o Hertha Berlim e o Athletic Bilbao foi o menos positivo no jogo que teve muito BomFutebol e bastantes oportunidades parte a parte, sendo que qualquer uma das equipas poderia ter vencido o jogo, no entanto nenhuma conseguiu desfazer o nulo.

Os suecos do Ostersund foram à Ucrânia vencer o Zorya por 2-0, apesar do resultado ser não representar o que se passou em campo. A maior eficácia dos suecos, que conseguem 3 pontos importantes, demonstra que não serão apenas um “saco de pancada” e que poderão ainda fazer uma graça neste grupo.

Grupo K

O Vitesse recebeu a Lazio e, apesar de ter estado em vantagem por 2 vezes, não conseguiu resistir à superioridade italiana e permitiu a reviravolta do marcador, perdendo por 3-2 com golos de Matavz e Linssen para os holandeses e de Parolo, Immobile e Murgia para os romanos.

O Nice trucidou o Zulte Waregem na Bélgica por uns claros 5-1, com Plea a bisar e Dante, Saint-Maxime e o inevitável Balotelli a marcarem os restantes, com Iseka a marcar o golo de honra. O resultado foi demasiado pesado para o que se passou em campo mas a vitória é incontestável.

Grupo L

O grupo das goleadas, com a Real Sociedad a golear o Rosenborg por 4-0, resultado justo face ao muito que os espanhóis produziram e ao pouco que os noruegueses demonstraram. Apesar dos golos terem surgido por erros defensivos, mais ou menos clamorosos, o Rosenborg mostrou muito pouco e foi uma presa demasiado fácil.

O Zenit foi à Macedônia vencer o Vadar, num jogo em que a maior experiência dos russos fez a diferença e o resultado é demasiado elevado para o que se passou em campo. No entanto, erros defensivos e inexperiência castigaram uma das surpresas da Europa, até agora, que terão que jogar com mais experiência nas próximas partidas.

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Powered by Live Score & Live Score App