-- ------ O Longo Jejum do Liverpool - Premier League - Bom Futebol
Bom Futebol

O longo jejum do Liverpool

O longo jejum do Liverpool

O longo jejum do Liverpool.

Anfield Road, 28 de Abril de 1990, os apaixonados adeptos do Liverpool festejam o 18º Titulo de Campeão Inglês depois da vitória 2-1 sobre o Queens Park Rangers.  Era o sexto titulo nas ultimas dez edições do Campeonato Inglês, uma hegemonia clara numa década de ouro para o clube da cidade dos Beatles.

Naquela tarde, o treinador Kenny Dalglish entrou em campo com o seguinte onze:

Grobbelaar, Burrows, Hysen, Hansen (c), Venison, Nicol, Molby, MacMahon, Barnes, Rush e Rosenthal;

Naquela tarde, dificilmente alguém imaginaria que seria o último titulo inglês conquistado pelo clube. Passaram mais de vinte e seis anos e Anfield continua ansiosamente à espera que se repita a festa.

liverpool_epocas

Foram sete as equipas diferentes que conquistaram o titulo depois daquele dia de Abril de 1990. O Manchester United que naquela altura estava desde 1967 sem ser campeão, somou treze títulos, o Arsenal quatro, o Chelsea três, o Manchester City dois, e Leeds, Blackburn e Leicester um. Os Reds de Manchester voltaram aos triunfos no ano de estreia do actual formato “Premier League”, Alex Ferguson iniciava o reinado do United com Cantona que tinha sido campeão em Leeds, a liderar o ressurgimento do mítico clube de Old Trafford.

O gigante de Liverpool foi somando anos de insucesso, falta de critério na aquisição de jogadores e treinadores, dificuldade em acompanhar o crescimento financeiro de clubes rivais, etc, são certamente muitas as razões que levaram um clube tão grande a estar tantos anos afastado do titulo de campeão. 1995 trouxe a Lei Bosman ao panorama do futebol europeu, tornou-se cada vez mais dificil manter jogadores anos a fio no mesmo clube, o sucesso da marca Premier league levou a que milhões de libras entrassem nos clubes através do mercado televisivo, poucos anos depois surgiram os magnatas miliários a investir no futebol ( Abramovich à cabeça). O futebol mudou e nem sempre o clube conseguiu ser competente a acompanhar todas as transformações.

Perto da glória

Mais grave do que a ausência de títulos foi a irregularidade do clube ao longo das ultimas épocas, facto que se comprova com as poucas vezes em que o Liverpool terminou perto da liderança e discutiu de forma efectiva a Liga até à ultima jornada. Apenas por quatro ocasiões foram vice-campeões, aos quais se somaram várias temporadas fora do top-four e até mesmo dos lugares europeus, como foi o caso da última época.

Em 2001/2002 o Liverpool de Houlier vinha da conquista da Taça UEFA da temporada anterior, e abriu a época a vencer a SuperTaça Europeia frente ao Bayern de Munique e a SuperTaça Inglesa frente ao rival Manchester United. A ilusão era grande, o ataque com Owen, Fowler, Baros, o jovem Steven Gerrard a explodir no meio-campo e uma equipa que prometia acabar com a seca de títulos, mas apesar da boa réplica dada o campeão acabou por ser o Arsenal.

liverpoolsquad2001-2002

Equipa de 2001/2002 na sua foto oficial com os troféus conquistados

O espanhol Rafa Benitez foi dos treinadores com mais sucesso em Liverpool durante os longos anos de jejum da equipa da cidade dos Beatles. A conquista da Champions de forma heróica em Istambul frente ao Milan em 2005, deixou o espanhol em estado de graça e o seu reinado de cinco temporadas em Anfield aproximou o clube do tão ambicionado titulo inglês. Em 2008/2009 esteve bem perto de o conseguir, lideraram a Liga grande parte do campeonato e na jornada vinte e nove alcançam um resultado histórico em pleno Old Trafford (vitória 4-1 video 1). Mas os Red Devils de Ferguson e de Cristiano Ronaldo acabaram por garantir o titulo no final e deixar o Liverpool de Fernando Torres  e Xavi Alonso na segunda posição.

Video 1 – Vitória em Old Trafford

Em 2013/2014 à entrada da jornada 36 o Liverpool de Brendan Rodgers era líder da Premier League com uma vantagem de 3 pontos sobre o Manchester City, e cinco pontos sobre o Chelsea de José Mourinho. Um grande campeonato e um Luís Suárez fantástico deixavam o Liverpool muito perto de garantir o titulo. Na jornada 36 a recepção ao Chelsea podia ser o passo decisivo para o conseguir, mas os pupilos de Mourinho transformaram aquela tarde num pesadelo para os adeptos e jogadores do Liverpool, nomeadamente para o capitão Steven Gerrard, cuja infelicidade esteve na origem do golo inaugural dos Blues (video 2 ). Na mesma jornada o City vencia o Palace e roubava a liderança ao Liverpool que via fugir a mais séria oportunidade de ser campeão ao longo dos últimos anos.

 video 2 – Derrota fatal frente ao Chelsea afastou Liverpool do titulo

Ao longo dos anos do duro jejum do Liverpool, muitos foram os jogadores de classe mundial que vestiram a camisola vermelha do mítico clube inglês. Michael Owen, Robbie Fowler, Fernando Torres, Luís Suárez, Xavi Alonso, Pep Reina, Steve Macmanaman, Milan Baros e tantos outros que saíram de Anfield sem a medalha de campeão inglês. Acima de todos Steven Gerrard, que fez todo o percurso profissional ao serviço do clube, e saiu rumo à MLS sem conseguir o titulo.

0269158001459077032_filepicker

Lendário o percurso de Steven Gerrard em Anfield (fonte: nwikedinho.sportsblog.com )

Efeito Klopp

A presente época trouxe de volta a ilusão às bancadas de Anfield, depois de meia época de adaptação ao futebol britânico, o alemão Jurgen Klopp trouxe um futebol apaixonante e colocou a equipa a lutar palmo a palma pelo topo da Premier League. Daqui a poucos meses saberemos se o jejum red continua ou se a festa de campeão volta a Liverpool tantos anos depois. Uma coisa é certa, sabemos que nunca caminharão sozinhos…

Curiosidade:

Para quem quer saber o que é feito dos últimos jogadores que se podem gabar de terem sido campeões ingleses com a camisola do Liverpool

Autor: Carlos Soares

Deixe o seu comentário

bomfutebol