-- ------ Manchester City vs Mónaco - Para apostador ver - Bom Futebol
Bom Futebol

Manchester City vs Mónaco – Para apostador ver

Manchester City vs Mónaco – Para apostador ver.

Este artigo fornece-te os melhores dados para te ajudar na hora de fazeres a tua aposta neste jogo da Liga dos Campeões. Se quiseres apostar no FC Porto Vs Juventus, lê este artigo. Depois aposta com moderação.

Análise dos dados

Na perspetiva do apostador, o Manchester City vs Mónaco poderá ser um jogo aliciante para os golos (+2,5) ou mesmo para empate… ou triunfo do Mónaco.

Atendendo ao que cada uma das equipas tem produzido, é perfeitamente válido crer-se que Manchester City e Mónaco poderão, muito provavelmente, proporcionar espectáculos com golos.

Começando pelos da casa, os ingleses do City comandados pelo espanhol Josep Guardiola, tem a team da cidade de Manchester apresentado uma boa folha de serviço nos últimos jogos, especialmente depois da entrada no mercado de inverno do jovem brasileiro Gabriel Jesus. Até ao nulo registado no jogo de há dois dias para a FA Cup, diante da equipa dos escalões secundários do Huddersfield, os citizens, nos pretéritos 8 jogos, anotaram 20 golos, uma média precisamente de 2,5 golos por desafio.

Por outro lado, de modo a munir o apostador de mais dados, consentiu a equipa inglesa nada mais nada menos do que 8 golos, à media de exatamente 1 por jogo.

Se por um lado o número de golos marcados tem sido um aspeto mais do que positivo, a defesa não apresenta grandes garantias, como foram prova os duelos em Liverpool – derrota por 1-0 diante da equipa de Klopp e, mais gritante, os 4-0 infringidos pelo Everton. O Tottenham, que por esta altura está na 3.ª posição da principal Liga Inglesa a dois pontos do Manchester City (em 2.º), registou um empate a 2 na deslocação ao terreno do City há precisamente um mês, tendo este resultado sido ressalvado na medida em que é um dos candidatos ao título em terras de Sua Majestade e, ademais, andou pela Liga dos Campeões precisamente nesta temporada, onde caiu para a Europa League no grupo do… Monaco.

Apresentado que está o momento (positivo) atual dos blues de Manchester, altura para o apostador olhar para o percurso global da equipa. Primeiro na fase de grupos desta competição:

Manchester City apenas perdeu por uma vez, mas somou também somente… dois triunfos.

O City registou apenas dois triunfos nos 6 jogos disputados da fase de grupos, sendo que os desafios que disputou geraram 22 golos, uma média global de 3,7 golos por encontro. Muito golo, portanto.

Destes 6 encontros, como se pode verificar pelo quadro abaixo, apenas num deles não foi capaz de marcar (em Barcelona) e, na mesma medida, também em apenas num conseguiu manter a sua baliza inviolável (curiosamente no primeiro jogo, em casa frente aos alemães do Borússia Monchengladbach).

Percurso dos citizens nos 6 encontros da fase de grupos.

Na que por muitos é considerada a melhor Liga do mundo, a Premier League, a equipa de Guardiola tem apresentado um percurso algo irregular, sendo que, atualmente, como foi dito anteriormente, se encontra na 2.ª posição, a uma distância considerável do líder Chelsea. Confira o apostador por si mesmo:

Equipa de Pep Guardiola encontra-se na vice-liderança da Liga Inglesa.

Indo ao encontro da percentagem de vitórias caseiras, é cerca de 58% a taxa de sucesso do 2.º classificado inglês neste âmbito, sendo que, por outro lado, apenas detém uma derrota nesta condição de visitado. Ou seja, não é o Etihad Stadium, de todo, um forte inexpugnável.

No que toca a golos, um parâmetro que por certo interessa a qualquer apostador, indicam os números que são quase, em média, 2 os golos anotados por desafio nos jogos caseiros, sendo praticamente 1 que sofre por encontro. Um dado que vem muito ao encontro do que foi o mês de janeiro para os citizens.

No global da Liga, essa estimativa, como se pode verificar, encontra ponto de contacto.

Em linguagem simples, o City de Guardiola marca e sofre com suficiente regularidade para poder fazer-se este tipo de afirmação.

Em linguagem simples, o City de Guardiola marca e sofre com suficiente regularidade para poder fazer-se este tipo de afirmação.

E agora, caro apostador, o Mónaco.

Já em crónicas anteriores, concretamente relativa às apostas e tendências no principal Campeonato Francês, tinha sido relevado a impressionante máquina concretizadora que é o Mónaco do português Leonardo Jardim. Mas nada como relembrar esse facto…

Nos últimos 14 (!) jogos (para todas as competições internas), a equipa monegasca marcou sempre, deixando pegada absolutamente impressionante relativamente aos números alcançados: foram nada mais nada menos do que 39 (!) os golos anotados. Ou seja, uma fabulosa média de quase 3 tentos por desafio (aproximadamente 2,8, com mais exatidão).

Os golos sofridos, esses, foram 14, precisamente 1 por desafio. Na Ligue 1, o pecúlio é (bem) acima do normal. Nem PSG nem Nice conseguem sequer fazer cócegas à máquina trituradora que é o clube do Principado.

Monaco do português Leonardo Jardim lidera a Liga Francesa.

Mónaco do português Leonardo Jardim lidera a Liga Francesa.

Além da liderança isolada, com um triunfo de vantagem sobre o seu competidor direto PSG, são 20 os golos positivos de diferença que separam uma e outra equipa. Confira, caro apostador, que são 76 os golos marcados pelo Monaco até agora, à razão, portanto, de praticamente 3 por jornada (~2,9). O número de golos sofridos por ronda, em média, é de praticamente 1 (ainda assim, ligeiramente inferior ao número de jogos disputados).

Atendendo a que os les rouge et blanc visitarão Inglaterra, é importante perceber, assim, o comportamento da equipa nos jogos fora de casa.

Aí, assiste-se a uma clara diminuição do domínio do líder da Liga Francesa, que nesta competição venceu praticamente metade dos jogos nesta condição, tendo empatado por quatro vezes e perdido por duas. O número de golos sofridos, em média, é de 1 por jogo e os marcados ascendem a mais de 2 por encontro.

Sendo, como perceberá o leitor/apostador, um número ligeiramente baixo relativamente aos registos caseiros, não deixa, ainda assim, de serem números… convidativos.

Entrando, agora, pelo que foi o percurso da equipe de Jardim nesta edição 2016/17 da Liga dos Campeões, há a ressalvar, primeiramente, a qualificação a uma jornada do final e já com… o 1.º lugar assegurado. Um percurso, portanto, notável.

Monegascos venceram o Grupo E logo à 5.ª jornada.

Monegascos venceram o Grupo E logo à 5.ª jornada.

Percecionando os golos marcados e sofridos nesta competição, nota-se, porém, uma espécie de desvio padrão do comportamento habitual da equipa nas competições internas.

1,5 golos por jogo foi a média registada pela equipa nos seis jogos disputados, tendo, em média, sofrido praticamente 1 por desafio.

Percurso de Bernardo Silva e c.ª foi brilhante.

Percurso de Bernardo Silva e c.ª foi brilhante.

Ao percecionar o leitor/apostador o desempenho da equipa jogo a jogo, pode facilmente chegar a conclusões muito claras: a de que os monegascos marcaram em todos os jogos, exceção feito ao último (em que estavam já, como foi supracitado, garantidos na próxima fase e na 1.ª posição), e que, ainda assim, 4 dos 6 jogos envolveram +2,5 golos.

Fora de casa, a turma de Jardim venceu em… Inglaterra (o Tottenham, logo na 1.ª jornada) e empatou na Rússia a uma bola, além da derrota por números expressivos em Leverkusen (quando já tinha tudo garantido na 1.ª fase).

Início de percurso da equipa de Leonardo Jardim iniciou logo auspicioso, com triunfo em... Inglaterra, diante o Tottenham de Pochettino.

Início de percurso da equipa de Leonardo Jardim iniciou logo auspicioso, com triunfo em… Inglaterra, diante o Tottenham de Pochettino.

Jardim e os seus pupilos já triunfaram em Inglaterra na fase de grupos desta competição e levam para Manchester um dos jogos mais aliciantes destes oitavos de final.

Um desempenho, por isso, de colocar em sentido o Manchester City, numa eliminatória que será, por certo, de… fifty-fifty.

 

Autor: André Rodrigues

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Cópia não permitida! Conteúdo protegido por direitos de autor.