-- ------ Mundial sub-20: Portugal cai nos penaltis, Venezuela vence no prolongamento - Bom Futebol
Bom Futebol

Mundial sub-20: Portugal cai nos penaltis, Venezuela vence no prolongamento

A segunda competição de seleções mais importante da FIFA aproxima-se do fim. Equipa de Emílio Peixe esteve duas vezes em vantagem mas foi eliminada nos penaltis. Por sua vez a Venezuela eliminou os EUA no prolongamento.

 Venezuela 2-1 EUA (ap)

A seleção venezuela conseguiu uma classificação histórica para as semifinais do Mundial Sub-20 a realizar-se na Coreia do Sul após vencer os Estados Unidos por 2-1 no prolongamento.

 

Depois da igualdade sem golos no tempo regulamentar, a Venezuela teve de recorrer mais uma vez ao prolongamento. No tempo suplementar, Peñaranda, desviou o crutamento na esquerda de Samuel Sosa para abrir o marcador aos 106′.

Ainda antes do final, Nahuel Ferraresi ampliou a vantagem dos sul-americanos para os 2-0, dando alguma tranquilidade à equipa. Ainda antes do final, Jeremy Ebobisse deu emoçao até ao final ao reduzir o marcador aos 117′.

 

Um resultado merecido para a Venezuela, que foi muito superior durante todo o desenrolar do encontro, pressionando alto e jogando com uma intensidade elevada.

 

 

Portugal 2-2 Uruguai (4-5)

Depois de estar por duas vezes em vantagem no marcador, a seleção das quinas foi eliminada nos quartos de final do Mundial sub-20, ao perder com o Uruguai no desempate da marca de grande penalidade (4-5), depois de no tempo regulamentar ter empatado a duas bolas.

Pela primeira vez na competição a decisão por penaltis com recurso ao sistema ABBA, foi emocionante, com 5 pénaltis errados, e com grande destaque para o guarda redes uruguaio, Santiago Mele.

O duelo que opôs Portugal e Uruguai foi intenso e começou com o golo de Xande Silva logo no primeiro minuto de jogo.

Contudo a seleção celeste não baixou os braços e chegou ao empate aos 16′ minutos co o golo de Santiago Bueno.

A igualdade mudou o jogo, e ambas as equipas privilegiaram o equilíbrio tático, contudo numa jogada de inspiração, Diogo Gonçalves voltou a colocar a seleção lusitana na frente com um golaço ao angulo direito da baliza do adversário.

Pouco depois do intervalo, Yuri Ribeiro cometeu uma grande penalidade, e Federico Valverde, jogador do Real Madrid não desperdiçou e empatou o encontro.

Até ao final do tempo regulamentar, a seleçâo portuguesa teve mais bola, contudo faltou alguma decisão.

Ainda que Portugal tenha continuado por cima no prolongamento, não houve lugar a lances de grande perigo.

 

Após três grandes penalidades convertidas com sucesso, foram os uruguaios que tiveram a primeira oportunidade de vencer o encontro, mas Amaral atirou para as nuvens. Portugal dispôs de igual situação, mas José Gomes permitiu a defesa a Santiago Mele. À segunda oportunidade para o Uruguai, Santiago Bueno concretizou e selou a vitória.

Uruguay defrontará a Venezuela, dia 8 de junho num duelo sul americano por um lugar na final do torneio.

 

Deixe o seu comentário

bomfutebol