-- ------ Potente (Sugi)moto do Cerezo na frente - Bom Futebol
Bom Futebol

Potente (Sugi)moto do Cerezo na frente

Potente (Sugi)moto do Cerezo na frente.

Kenyu Sugimoto foi o destaque do Cerezo Osaka na jornada 20 da Meiji Yasuda J1 League. Um bis do avançado garantiu a vitória sobre o Consadole Sapporo, dois bons golos. O efeito Podolski foi abatido pelos golaços do Reysol. O campeão vence com golos a fechar cada metade, enquanto o F Marinos de Hugo Vieira regressou aos triunfos.

Kenyu Sugimoto a bisar pelo Cerezo Osaka. Fonte: Yahoo Japão

Cerezo Osaka 3-1 Consadole Sapporo

Ainda não se tinha chegado ao primeiro minuto de jogo e já Sugimoto marcava. O Cerezo Osaka ganhava vantagem bem cedo. Enorme remate do avançado à entrada da área.

Um goleador em acção. Fonte: YouTube

Um livre do brasileiro Souza dobrou avanço e Sugimoto, a corresponder da melhor forma ao centro de Maruhashi, um interessante lateral esquerdo, cabeceia para o 3-0 antes da meia hora de jogo.

O melhor que os nortenhos conseguiram foi reduzir para 3-1 por intermédio de Suga, 18 anos, a afirmar-se por completo, assistido pelo reforço de Verão Songkrasin, tailandês contratado ao Muangthong United.

Kashima Antlers 2-0 Vegalta Sendai

Foi sob nevoeiro baixo que o campeão nipónico manteve a perseguição apertada em relação ao líder. Já corriam três minutos de desconto na primeira metade quando Doi inaugurou o marcador para o Kashima.

O nevoeiro marcou o desafio do campeão. Fonte: YouTube

Mu Kanazaki continua vital e assistiu Suzuki, aos 101 minutos, para o 2-0. O encontro foi interrompido devido à falta de visibilidade, daí os elevados descontos em cada parte do desafio.

Kashiwa Reysol 3-1 Vissel Kobe

O efeito Podolski, tão celebrado na passada semana, foi diluído em Kashiwa face aos grandes golos da formação da casa, em perseguição ao título. O Vissel Kobe foi vergado a um 3-1.

Até foram os visitantes a abrirem a contagem, logo aos cinco minutos, contudo o Reysol não esmorecia e ameaçava. Kim adiava a igualdade.

Uma jogada ‘canarinha’, entre Cristiano e Diego Oliveira, igualou a contenda aos 50 minutos.

O sul-coreano na baliza visitante continuava cheio de trabalho e voltava a adiar outros golos dos ‘canarinhos’ do Japão.

Já com o Vissel reduzido a 10, um bombástico remate de Cristiano garante o revirar do resultado.

Não estava satisfeito o Reysol e outro golo de levantar todas as bancadas, agora por Nakayama, ofereceu o 3-1 final.

Albirex Niigata 0-2 Yokohama F Marinos

Hugo Vieira não deixou o banco desta feita, contudo o F Marinos voltou a vencer a segue na 4ª posição da tabela.

Uma falha defensiva colectiva da equipa da casa observou Quenten Martinus a surgir bem na pequena área e a dar avanço aos forasteiros.

Amano continua em grande forma e é seu o segundo, em mais um remate de fora da área na J1 League.

Kawasaki Frontale 1-1 FC Tóquio

Quem deu um passo atrás na luta pelo título foi o Frontale, empatado em casa pelo FC Tóquio.

Uma boa iniciativa de Ota encontra a cabeça de Nakajima e a formação da capital ganha avanço.

Já a cheirar aos 90 minutos, um canto na esquerda do ataque resulta na igualdade, golo do central Taniguchi. O Frontale menoriza as perdas, mas é ultrapassado pelo F Marinos e vê mais longe os líderes.

Ventforet Kofu 1-0 Gamba Osaka

Três derrotas nas últimas quatro partidas vêem o Gamba cair na tabela, agora a nove pontos do rival Cerezo.

O brasileiro Wilson dá os três pontos ao Ventforet num bom remate aos 88 minutos de partida.

Jubilo Iwata 2-3 Sanfrecce Hiroshima

Uma brilhante jogada individual de Nakamura resulta em derruba dentro da área e é o próprio a converter para o 1-0 aos oito minutos.

O Jubilo estava confiante. O maestro em campo melhora a equipa num montante enorme.

Patric, que trocou o Gamba pelo Sanfrecce, acelera em contra-ataque e dá o empate a Kashiwa.

Ohi volta a dar vantagem ao Jubilo, já perto da meia hora de jogo, mas Patric estava disposto a ser a estrela-maior deste encontro.

Um novo contra dos visitantes vê Patric ser isolado e empatar a dois o desafio.

É o avançado a conduzir novo ataque rápido e a dar em Anderson Lopes para o 2-3. Depois de uma boa recuperação o Jubilo volta a perder. A formação de Hiroshima tem aqui uma injecção motivacional em busca da manutenção.

Urawa Reds 2-2 Omiya Ardija

Koroki, dos 11 metros, deu vantagem à equipa da casa. Assim se entrou na última meia hora.

Depois de marcar na passada ronda, Marcelo Toscano ofereceu a Mateus o 1-1.

Uma falha de abordagem de Kato permite a Kashiwagi o 2-1, três minutos depois do empate, todavia o Ardija estava decidido a levar pontos de Saitama.

Uma bola da direita por Iwakami é respondida de cabeça por Segawa e Nishikawa também tem uma abordagem menos conseguida para o 2-2 final.

Sagan Tosu 2-1 Shimizu S-Pulse

Ficcadenti está a implementar boas ideias. O canto que origina o primeiro golo é de boa nota e uma soberba jogada de envolvimento colectivo permite a Harakawa concluir o 2-0. A equipa da casa avançava a 2-0 antes da meia hora.

O melhor que os visitantes conseguiram foi reduzir para 2-1 por Hasegawa.

Deixe o seu comentário

bomfutebol