-- ------ Segunda Liga: Competitividade, Qualidade... e Bom Futebol
Bom Futebol

Segunda Liga: Competitividade, Qualidade… e Bom Futebol

Segunda Liga

Segunda Liga: Competitividade, Qualidade… e Bom Futebol

O futebol português atravessa um dos momentos mais delicados dos últimos anos.  Melhor, o campeonato português atravessa um momento muito mau. O clima de guerrilha, de ódio, de guerra, alimentado por uma comunicação social quezilenta e oca tem levado a que se viva num clima insustentável, no que ao futebol, fora das quatro linhas, desrespeito. 

São as constantes trocas de palavras entre Benfica, Porto e Sporting, as questões dos árbitros, os constantes casos que nos entram diariamente pela nossa comunicação social. Apesar disso, e porque nem só de Primeira Liga vive o futebol português, há que valorizar os escalões secundários do futebol nacional- não por pena, mas para reforçar a qualidade que existe nestes escalões, para que deixem de haver os habituais parentes pobres no futebol nacional.

 

A Segunda Liga continua a ser um dos parentes pobres do futebol português.

Foi necessário chegarmos aos oitavos de final da Taça de Portugal para percebermos realmente que existe muita qualidade nos escalões secundários no nosso país. A verdade é que aos poucos as pessoas vão começando a olhar com olhos de ver para o parente pobre do nosso futebol: a Segunda Liga, vulga Ledman Liga Pro.

O Equilibrio está de regresso à Segunda Liga

Depois de uma temporada em que o desequilíbrio na Segunda Liga foi uma constante, com Portimonense e Aves a tomarem quase desde o final da primeira volta uma posição dianteira no campeonato, este ano tem-se voltado a uma normalidade que tem sido constante nos últimos anos. A Segunda Liga voltou a ser disputada por várias equipas e não por dois ou três candidatos. A ideia podia ser de que o nível baixou para as equipas perderem mais pontos , para estes mesmos pontos estarem mais repartidos mas não. Neste momento a distância entre o primeiro classificado, Académico de Viseu e o 16º, Cova da Piedade, é de apenas 14 pontos.

A Segunda Liga voltou a estar nivelada por cima e há grandes equipas em destaque: desde logo o líder, Académico de Viseu, que tem-se mantido na liderança muito por culpa das boas prestações defensivas,  Famalicão, que tem crescido ao longo do campeonato e que tem sido das equipas a praticar melhor futebol, aproveitando muito bem o fator casa,  passando pelo Leixões, uma das surpresas neste campeonato, pelo Santa Clara que é provavelmente a equipa a jogar melhor futebol nesta Segunda Liga, passando pela Académica que tem ganho muitos pontos nas últimas jornadas e por outras equipas como Penafiel, Nacional e o Arouca, equipa que conta com o maior orçamento desta Segunda Liga.

O Santa Clara foi uma das equipas que causou surpresa na Taça de Portugal ao eliminar o GD Chaves.

Segunda Liga com Qualidade de Primeira

Mesmo que seja um lugar comum, esta Segunda Liga vai ser competitiva até ao fim e será muito difícil de prever aqueles que serão os principais candidatos a subir à Liga NOS.  Há equipas compostas maioritariamente com jogadores que passaram pela Primeira Liga e com experiência no estrangeiro, há equipas com orçamentos brutais para esta Segunda Liga e há equipas com técnicos de Primeira Liga. Tudo isto numa Segunda Liga que promete e que merecia maior atenção dos Media Nacionais. Mesmo que não se queira olhar só para dentro das quatro linhas (há muito que o jornalismo desportivo português não o faz), há bons projetos nesta Segunda Liga.

Há equipas com projetos estruturados com gente muito capaz, há cada vez mais equipas a apostar no marketing e numa comunicação eficiente (vide exemplos da Académica, Famalicão e Penafiel), há equipas a levar mais adeptos aos seus Estádios do que em grande parte dos jogos de Primeira Liga. Há muito por onde dar destaque, há muito para falar desta Segunda Liga. Que não se olhe para esta Ledman Liga Pro apenas no final da época ou quando uma equipa de primeira cai aos pés de uma de segundas nas outras competições nacionais.

O Famalicão, em conjunto com Santa Clara e Académica, tem sido dos clubes que mais gente leva aos Estádios.

Valorização da Segunda Liga e não só

O futebol português precisa, cada vez mais, de ser valorizado pelo seu todo. Cabe aos dirigentes, jogadores, jornalistas, adeptos, começarem a lutar para esta mudança. Numa altura negra do futebol nacional faz todo o sentido que se olhe para a Segunda Liga. Mais, e embora não mencionado, faz todo o sentido que se olhe ainda mais abaixo para o Campeonato Portugal, onde a qualidade também abunda.

Com isto não quero dizer que se devam fazer odes triunfais diárias aos escalões inferiores do futebol nacional, não quero dizer que não haja problemas nestas competições, porque os há, mas a valorização parte do pressuposto de uma maior atenção por parte das pessoas para estes campeonatos. Porque o futebol português não é só escândalos, conflitos, guerras e insultos. Porque o futebol português ainda se mantém bem português em vários escalões, em várias divisões, saibamos assim dar-lhe o devido destaque.

Deixe o seu comentário

bomfutebol