-- ------ Téofilo Cubillas - El "Nené" do Futebol Clube do Porto - Bom Futebol
Bom Futebol

Téofilo Cubillas – El “Nené” do Futebol Clube do Porto

Aterrou na cidade Invicta como craque que se veio a revelar, sendo que ainda é acarinhado pelos adeptos do futebol português como um dos melhores jogadores estrangeiros a passar por Portugal.

Cubillas é considerado como o melhor jogador peruano de todos os tempos e como um dos melhores médios a nível mundial. Tendo-se estreado no seu Alianza de Lima, com apenas 17 anos, em 1966, tendo-se tornado no melhor marcador da Primera División com 19 golos. Na ascensão da época de ouro do Perú, Cubillas estreou-se na seleção com apenas 19 anos, tendo sido um dos responsáveis pelo apuramento do Perú para o Mundial de 1970, deixando de fora a poderosa Argentina. O Perú conseguiu chegar aos quartos de final, tendo Cubillas marcado 5 golos em 4 jogos, tendo marcado em todos os jogos que disputou, ganhando, naturalmente, o prémio de melhor jovem jogador.

Europa no caminho

Passado dois anos foi eleito melhor jogador sul americano em 1972, sendo que o segundo classificado foi apenas… Rei Pelé. O seu destino levaria a que, num jogo de beneficência entre as seleções da Europa e da América do Sul, que terminou num empate a 4, Cubillas se destacaria e o Basileia o contratasse em 1973. Tendo permanecido apenas 6 meses, devido à dificuldade de adaptação, o próximo destino foi o FC Porto, que se encontrava numa seca de títulos que durava à quase 20 anos. Espalhou magia com a camisola 10 onde jogou durante 3 temporadas, realizando 108 partidas e marcando 65 golos, vencendo apenas uma Taça de Portugal.

História na Copa América

Após a prestação no Mundial de 1970, esperava-se que o Perú se apurasse para o Mundial de 1974. No entanto, isso não se verificou, deixando uma geração de ouro fora uma grande competição de seleções. No entanto, a oportunidade surgiu no ano seguinte, com o Perú a vencer a sua segunda Copa América, tendo sido a primeira em 1939, e consagrando Cubillas como um dos melhores de sempre. Em 1978, ainda teve nova oportunidade para brilhar, novamente no Mundial, tendo conseguido o Perú chegar novamente aos quartos de final, marcando novamente 5 golos em 6 jogos.

Retorno ao Alianza

Depois de sair do FC Porto, regressou ao seu Alianza de Lima, onde fez mais uma temporada antes de emigrar para o Fort Lauderdale Strikers na época de ouro do “Soccer”, onde jogou durante 5 anos e tornando-se no melhor marcador de sempre. Jogou ainda no South Florida Sun, na 2ª divisão norte-americana, mas aos 36 anos reformou-se oficialmente, num jogo de estrelas em sua homenagem. No ano seguinte, no rescaldo da tragédia que vitimou toda a equipa do Alianza de Lima, voltou para dar o contributo para ao seu clube de sempre. No ano seguinte, ainda alinhou pelo  Fort Lauderdale Strikers e pelos Miami Sharks, reformando-se oficial e definitivamente aos 40 anos.

 

Deixe o seu comentário

bomfutebol