-- ------ Um Treinador na China – Capítulo 13 - Bom Futebol
Bom Futebol

Um Treinador na China – Capítulo 13

Um Treinador na China – Capítulo 13

Após quase três semanas de ausência, regresso até vós com as histórias da minha aventura na China. Um regresso a Yan’an para um novo período de vinte semanas de aulas. Certamente que será um período com muitas histórias, aventuras, peripécias e novas descobertas culturais, que terei todo o gosto em partilhar convosco.

Após cerca de vinte dias de férias em Portugal, regressei à China, mais concretamente á cidade de Yan’an para cumprir o restante tempo de contrato. Foram vinte dias junto dos que mais me querem bem, que passaram a voar. Mas, vinte dias, que carregaram as minhas baterias para enfrentar os novos desafios que se avizinham.

Início de um novo período de aulas

Na passada segunda feira deu-se o início de um novo período de aulas. O meu tradutor dá-me a boa notícia de que para este período a direcção da escola quer promover ainda mais o Futebol entre os seus alunos. Assim, além das turmas do terceiro ano, que continuam a ter aulas de futebol comigo, também as turmas do segundo, quarto e quintos anos passam a ter aulas de Futebol em Educação Física.

Aliás, a direcção da escola quer promover mais Educação Física para os seus alunos. Neste novo período de aulas, todas as turmas terão quatro aulas de Educação Física (Futebol, Basquetebol, ou outras modalidades) por semana. Uma melhoria considerável, tendo em conta o baixo número de aulas por semana que antes tinham.

Para tal a escola contratou mais onze professores/técnicos de desporto para fazer face ao maior número de aulas de Educação Física que irão existir. Desses onze, cinco serão meus colegas a darem as aulas de Educação Física de Futebol. Esses elementos que se juntam a mim para leccionar Futebol durante o próximo período, fazem parte da Associação de Futebol de Yan’an.

Primeiras dificuldades (Parte 1)

Apesar da boa nova da maior aposta no ensino do Futebol por parte da escola, novas dificuldades surgem. Primeiro imaginem o que é ter seis turmas de sessenta alunos cada a fazerem aula de Futebol no mesmo espaço desportivo. São trezentos e sessenta (360) alunos a fazerem barulho ao mesmo tempo. Por vezes o barulho é tanto que torna-se complicado dar as indicações aos alunos. Para mim o barulho ensurdecedor torna-se relevante. Esteja muito barulho ou total silêncio, os meus alunos não percebem as indicações que dou em inglês para eles. Mas para o meu tradutor torna-se mais difícil, sendo que o altifalante que ele usa para comunicar com os alunos torna-se insuficiente para que os alunos o consigam entender.

Com mais turmas em redor, com mais barulho e mais excitação à volta, torna-se mais difícil controlar o nível de excitação e de concentração na tarefa, por parte dos meus alunos. Há mais ruído exterior, que mais facilmente tira o foco dos alunos na tarefa e coloca-os em actividades e/ou comportamentos irrelevantes e desviantes para a aprendizagem de Futebol.

Primeiras dificuldades (Parte 2)

Depois temos ainda um problema de logística. Felizmente na minha escola há bolas e material para todos os alunos. Se todos os professores decidirem que cada aluno tem que ter uma bola para a aula, há bolas para todos e ainda sobram. O problema que se coloca é que todo este material está numa arrecadação que se encontra debaixo da bancada. Fica, num local que está mais baixo que o nível do solo. Como não há sacos suficientes para transportar tantas bolas para o campo, é necessário que sejam os alunos a irem buscar as bolas que vão usar para a aula. O pior é que nessa altura formam-se enormes filas e perde-se imenso tempo de aula à espera que os alunos vão buscar bolas e voltem para a aula. Em meia hora de aula, talvez seja perdido cerca de dez minutos nesta questão.

Nas duas primeiras questões não há muito que se possa fazer, a não ser escolher exercícios de fácil explicação, organização e que mantenham o máximo de tempo os alunos em actividade para assim não dispersarem a sua atenção no que está em redor. Quando à terceira questão, já fiz chegar esta preocupação ao professor responsável pelo Futebol na minha escola. Espero que se encontre uma solução que minimize o tempo perdido.

Cerimónia de Abertura do novo período

Alguns alunos a serem distinguidos.
Vista geral da cerimónia de abertura.
Aqui sou eu a receber a distinção das mãos da directora da escola.
Mais alunos a serem distinguidos.
Professores a serem distinguidos.

Para finalizar a primeira semana de trabalho, houve uma grande cerimónia de abertura do novo período que se iniciou. Há boa forma chinesa, todos os alunos estavam devidamente organizados e orientados para participarem na cerimónia.

Além dos habituais discursos por parte dos elementos da direcção da escola, esta cerimónia serviu para distinguir os melhores alunos e professores do período anterior. Eu, fui um dos homenageados, tendo ficado bastante feliz e agradado que no pouco tempo de serviço prestado tenha merecido tamanha honra.

Na próxima semana espero contar com mais histórias nesta aventura na China. Na próxima semana ficarei a saber que equipa da escola irei treinar. Sendo que aguardo para perceber se, o funcionamento das aulas de Futebol, melhoram na próxima semana ou não. Espero por vocês, leitor do Bom Futebol na próxima semana.

Deixe o seu comentário

bomfutebol