-- ------ Um primeiro olhar sobre o Mundial Rússia 2018 - Bom Futebol
Bom Futebol

Um primeiro olhar sobre o Mundial Rússia 2018

Mundial Russia 2018

Um primeiro olhar sobre o Mundial Rússia 2018

É certo que ainda estamos a nove meses do arranque do Campeonato do Mundo Rússia 2018 e que ainda há nove seleções por apurar para o Mundial do próximo ano.

Contudo, dificilmente, entre esses nove sairá algum candidato ao tão desejado troféu que coroa a melhor seleção nacional de futebol do mundo. E numa primeira análise são dois os principais favoritos ao título, com uma mão cheia de candidatos à espreita para lá chegarem.

Alemanha

Mas comecemos pelos favoritos: Alemanha e Brasil. Os alemães, logo à cabeça, por serem os campeões em título. Contudo, isso seria redutor para conceder favoritismo à Mannschaft.

Somou dez vitórias em dez jogos no apuramento, venceu a Taça das Confederações e mistura jogadores experientes com jovens de enorme valor. Nomes como Kimmich, Sule, Sane, Werner, Ginter, Rudiger, Goretzka, Can ou Draxler têm em comum a juventude e qualidade. Todos eles são já opção na equipa de Joachim Low e quando juntos com Neuer, Hummels, Kroos, Muller, Ozil ou Khedira, fazem uma receita para o sucesso.

A grande dificuldade para Low será escolher 23 de um leque tão vasto e rico de recrutamento.

Brasil

A par dos alemães surge a canarinha. Desde que Tite assumiu o comando do Brasil, a equipa transfigurou-se.

Tal como os alemães, o leque de jogadores para escolher é impressionante. E também aqui há muito jovens com talento a rodos. Neymar, Coutinho, Gabriel Jesus são o tridente ofensivo que será difícil parar. Mas há ainda William, Firmino, Taison, entre outros. No meio-campo e defesa vale mais a experiência, com Casemiro, Paulinho, Fernandinho e Renato Augusto como principais opções na intermediária, e Dani Alves, Thiago Silva, Marquinhos, Miranda, Felipe Luís, Marcelo e Alex Sandro a defenderem as redes de Alisson ou Ederson.

Uma oportunidade única para a canarinha apagar a péssima imagem que deixou no Mundial 2014, realizado no seu próprio país, onde saíram humilhados pelos célebres 7-1 da Alemanha.

Portugal e uma mão cheia de candidatos

Atrás dos dois favoritos há uma mão cheia de equipas com fortes motivos para sonharem com o título mundial.

A começar por Portugal, campeão europeu, cujo título lhe confere, por si só legitimidade para ser um dos candidatos, aliado a um elenco de muita qualidade encabeçado por Cristiano Ronaldo.

O mesmo se pode dizer da Argentina. A equipa das Pampas sofreu muito para chegar à Rússia, mas uma vez alcançado o apuramento, quem tem Messi pode sonhar com qualquer coisa. Espanha, França e Bélgica fecham este segundo leque de candidatos.

Os espanhóis parecem renascidos, com muitos jovens de qualidade que Lopetegui agora solidifica depois de os ter lançado aquando do título europeu sub-21. A França, depois de perder a final do Euro, em casa, para Portugal, continua a ser uma das melhores equipas do Velho Continente, com uma geração recheada de talento.

O mesmo se pode dizer da Bélgica. É das seleções mais talentosas do mundo, mas não teve até agora quem a soubesse comandar. Talvez Roberto Martinez o consiga na Rússia. Se for o caso, os diabos vermelhos têm de ser considerados um dos favoritos, sem dúvidas.

Em nove meses tudo pode mudar, devido a lesão de algum jogador fundamental de uma destas seleções ou o surgimento de um novo prodígio noutra equipa nacional. Porém, dificilmente o campeão mundial do Rússia 2018 não sairá de entre estas sete seleções.

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Powered by Live Score & Live Score App