-- ------ Uma Aventura na China – Capítulo 29 - Bom Futebol
Bom Futebol

Uma Aventura na China – Capítulo 29

China

Uma Aventura na China – Capítulo 29

O vigésimo nono artigo desta aventura na China, não foge muito aos temas dos recentes artigos. A semana de 2 de 6 de Julho foi uma semana de conclusões. Conclui-se a competição de futebol entre as turmas, neste caso a competição do quarto e quinto anos. O quinto ano fechou também a competição de conhecimento geral de Futebol. E, segundo me foi dito, esta semana marcou o fim dos treinos das equipas de futebol.

 

Competição inter-turmas: quarto e quinto anos

Esta semana, e devido aos atrasos das semanas anteriores (outros eventos escolares e/ou questões meteorológicas) teve de se realizar a competição do quarto ano e do quinto ano, ao mesmo tempo. Uma competição que decorreu de forma correta, sem grandes aparatos exteriores, como nas outras semanas anteriores.

Fiquei desiludido com a qualidade de jogo apresentada por parte de algumas equipas, que participaram nesta semana. Em especial, as equipas que tinham na sua composição jogadores que fazem parte das equipas de futebol, alguns deles da chamada equipa de “elite” da escola. Estes alunos do quarto e do quinto ano, usaram e abusaram do jogo direto. Aliás, nem se pode chamar jogo direto ao que eles fizeram, já que essa forma de jogar pressupõe alguma intencionalidade tática. O que assisti foi a jogadores com maior capacidade física que os das competições anteriores, ou seja, mais velhos e mais fortes, mas que muitas das vezes só queriam chutar a bola, seja como fosse, fosse para onde fosse. Era quase bola vem e bola vai. Ver isto em jogadores que reconheço alguma qualidade para aquilo que é o padrão da formação chinesa e que tanto os treinadores da associação de futebol de Yan’an enaltecem, faz-me pensar que há muitíssimo trabalho a fazer. Em especial na mudança de mentalidades de quem treina e de quem joga.

Finda toda a competição, claramente que só uma equipa me agradou, que foi a equipa venceu a equipa do terceiro ano, de que vos falei no artigo anterior. Era a única equipa que tinha uma matriz de jogo coletiva, apesar de essa coletividade ser na sua maioria entre somente três jogadores. É verdade que esses três jogadores são jogadores das equipas de futebol mas também as equipas do quarto e quinto ano tinham jogadores das equipas de futebol, algumas até mais do que três jogadores, e nunca vi nenhuma delas a jogar o futebol que os campeões do terceiro ano apresentaram. Deu ainda mais gozo é que essa equipa venceu todas as suas equipas com relativa facilidade, apesar de os seus elementos mais relevantes serem mais baixos e menos fortes fisicamente que os seus adversários. Uma lição que ser fisicamente mais forte e mais rápido não é condição essencial para se jogar bom futebol.

Seguem alguns vídeos e fotografias da competição desta semana.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12

Concurso de Conhecimento Geral de Futebol

Após a semana anterior ter-se realizado o concurso de conhecimento de futebol do primeiro ao quarto anos, esta semana foi a vez do quinto ano. A razão porque o concurso do quinto ano ficou para esta semana é porque queriam realizar o concurso no grande auditório, só que o grande auditório esteve ocupado durante toda a semana passada.

O concurso desta semana decorreu da mesma forma que na semana anterior. As quinze turmas do quinto ano formaram oito equipas (a turma 15 fez sozinha a oitava equipa), sendo que numa primeira fase cada equipa respondeu a cinco perguntas sorteadas para si, valendo cada resposta certa dez pontos. Na segunda parte do concurso todas equipas respondiam à questão do apresentador, sendo que a equipa mais rápida a carregar no botão tinha a chance de responder acertadamente, para ganhar dois pontos.

De seguida apresento-vos algumas fotos e vídeos do concurso de conhecimento de futebol do quinto ano:

21
22
23
24
25
26
27
28
29

Equipas de futebol

Como tinha referido no artigo anterior, fiquei bastante desapontado com o desempenho geral da equipa de 2009/2010 na semana anterior. Para esta semana voltei ao básico: controlo de bola, drible e situações de 1×1. Em termos táticos, o objetivo era recordar o princípio da progressão. Mas acima de tudo, o maior objetivo que queria era que eles se sentissem confortáveis com a bola e resistissem ao impulso que a maioria tem de chutar a bola sempre que se sentem pressionados e ameaçados.

Digamos que metade dos jogadores atingiu todas as metas propostas para este treino. Felizmente todos cumpriram o objetivo de sentirem conforto em ter a bola, apesar de depois o processo de tomada de decisão e a capacidade técnica para resolver as situações de jogo, não serem as melhores. Mas isso fica para uma outra altura.

Quanto à equipa feminina, voltei a insistir no que temos vindo a treinar. Agrada-me bastante a evolução, em especial das jogadoras do segundo e terceiro ano, que cada vez estão mais confiantes e assertivas na realização dos exercícios. Aliás, nos exercícios de  1×1 há até momentos que faz faísca. Treinar estas jogadoras tem sido uma surpresa muito agradável.

Na próxima semana

No mesmo dia do treino da equipa feminina (sexta-feira) fiquei a saber pelo meu tradutor que para a semana já não haveriam treinos das equipas de futebol. É típico na China avisarem destas decisões em cima da hora, como também é normal o que hoje é verdade amanhã é mentira. Ou seja, para a semana podem voltar com a decisão atrás. Terei que aguardar para a semana para saber verdadeiramente qual a decisão da direção escolar.

A próxima semana marca o início das duas últimas semanas de aulas. Conto trazer-vos mais novidades e peripécias em terras chinesas.   

Deixe o seu comentário

bomfutebol
Cópia não permitida! Conteúdo protegido por direitos de autor.